sábado, 30 de janeiro de 2010

Muro das Lamentações

Em Jerusalém , uma repórter da TV vai ao Muro das Lamentações para entrevistar um velho palestino.
Chegando ao local, vê que ele está a orar.
Depois de uma hora, o ancião pára de rezar e quando se prepara para deixar o local, ela o aborda:
- Bom dia, senhor! Eu sou da TV AL JAHZIRA e queria entrevistá-lo. O senhor é a pessoa mais antiga que vem diariamente rezar aqui no muro. Há quanto tempo o senhor vem aqui para rezar?
- Ahh... Há uns 80 anos - responde o senhor.
- Oitenta anos anos! E o senhor rezou pedindo o quê, nestes anos todos?
- Rezo pela Paz entre judeus e muçulmanos. Rezo para que o ódio pare, e que nossos filhos cresçam juntos em Paz e Amizade.
- E como se sente após oitenta anos de orações diárias?
- Sinto-me como se estivesse falando com uma parede...

18 comentários:

  1. HAHAHAHA
    Tem pessoas que são persistentes!
    É tambem uma maneira de ocupar, preencher lacunas , distribuir tempo, nas vidas tranquilas de alguns...
    Seu Blog é 10!
    Beijo
    T I N I N

    ResponderExcluir
  2. ehehehe! Boa!

    Isso é meio como acreditar que votando nos mesmos políticos, alguma coisa vai mudar...

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. hahahahahahahahahaha..caramba!..estava esperando um artigo super edificador e encontro um super divertido.
    É verdade que falamos com paredes diariamente nem precisamos ir a tão longe.
    bjo.
    Yasmin

    ResponderExcluir
  4. Texto triste de desesperança e descrença...
    Mas persistir em oração é importante...
    Deus ouve a oração dos justos, mas Ele deu o livre arbitrio ao homem, e mesmo que Ele queira muito acabar com as guerras, e Ele quer, os homens não querem, e Deus não obriga ninguem a nada.
    Belo texto reflexivo.
    Bjos e um lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  5. hahahaha! coitado do homem, porque, na verdade, está mesmo a falar com uma parede!

    ResponderExcluir
  6. putz! II

    acho que aqui só cabe um sorriso amarelo, meio sem graça, para disfarçar a triteza que eu sinto, de verdade, por causa de tais conflitos...


    um beijo, sylvio.

    ResponderExcluir
  7. Sandrinha
    Calma...!
    Não pretendi um texto sério.
    O engraçado da coisa é o rabino ter usado um termo o 'falar com parede', estando encostado num putz paredão milenar! Reduziu a muralha do Templo de Salomão à uma expressão que usamos corriqeiramente!

    Bjo. e lindo final de semana pra tu tumém!

    ResponderExcluir
  8. Betina, amorequinho!
    Estamos muito enfronhados em 'coisas sérias'. Percebo isso por algumas respostas.
    Tive uma amostra disso ontem no Henrique: comentei algo e ele me alertou quanto à brincadeira que fez com sua mônada... Achei legal o que ele respondeu, me deu a dimensão correta do que ele quis dizer!
    Fica tristinha não, minha flor do campo!


    Dois beijos, Betina!

    ResponderExcluir
  9. ana D.
    Aí está a grande ironia da coisa. E a graça.

    ResponderExcluir
  10. Após a terceira piada postada comecei a pensar nisso: vixe! que mudança de rumo!!!!
    Tanta gente postando coisas interessantíssimas e eu aqui, postando piadas...

    Sei lá sabe, são tantas coisas...!
    :)

    ResponderExcluir
  11. kkkkk

    Sacanagem..
    Eu pensei que teria um final feliz...rs.r.s

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Uma piada parecida com a vida. Tem um final meio melancólico...

    Bjs.

    ResponderExcluir

Atue! Movimente-se! Se expresse! Nem que seja só comentando aqui!