segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Um Pintor Lisérgico.





Abdul Mati Klarwein

"É provavelmente mais conhecido como o pintor que criou a arte da capa do álbum para Abraxas de Santana, e para o álbum que o jazz de fusão definido, Bitches Brew, de Miles Davis, sendo que ambos foram lançados em 1970." 



 


quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Suicídios De Índios, Morte De Um Povo!




















Esta foto é bonita!!! Chama nossa atenção, não é?
É...
Mas..., tem outra foto...; e esta outra não tem NADA, NADA de belo; mostra nua e cruamente a realidade, horrorosa, de um fato que o Governo atual se omite; não irei colocá-la aqui, é a foto de um jovem índio ainda pendurado na corda em que se suicidou.
Este, é o link:
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=426088827457744&set=a.1380616029271


AVAAZ, assine!
http://www.avaaz.org/po/petition/Salvemos_os_indios_GuaraniKaiowa_URGENTE/?fbflCdb&pv=

(Pesa sobre a Avazz criticas sólidas, que empanam a missão a que dizem se entregar.)

Encerrando Uma Discussão Política

Esta conversa rolou no Face, a uns tempos atrás. No papo que rolou houve algum estranhamento entre as partes, daí que intervim e encerrei a conversa desta forma:

"Tenho aqui, nesta página, 3 amigos.

Um que conheço a mais de 40 anos, e com quem fui viajar de carona (também), pela América Latina e Central - o Cesar. 
Outro, que não conheço pessoalmente a quase 4 anos - o Rubens.
E por fim o  Mazzilli, fotógrafo que passa alguns meses por ano na Noruega, que conheci neste ano aqui pelo Face.   

Em primeiro lugar me ative, me chamou a atenção, o que disseram todos. Cada um se expressou conforme não só suas opiniões, mas às suas formações também. Todos os que opinaram são 'homens do mundo', experientes, e queridos por quem os conhecem; sei o que falo. Duas pessoas entraram mais profundamente na questão, discordaram frontalmente. 
Minha participação nela foi nula; 'curti' uma fala e a outra, pois são  pessoas que têm o meu respeito. 

Foram até onde puderam, defendendo seus próprios pontos de vista; uma boa parte já teria partido pra paulada, esses tipos não me fazem falta. 

Todos que aqui vieram até agora, têm completa e profunda opinião formada sobre o assunto. Essas opiniões foram colocadas, e isso não tem preço. 
Entendo também que todos estamos de saco cheio de discussões politicas, por isso esse foi o último post que coloco aqui sobre este assunto. 

Tenho aqui amigos dos dois lados, dos três... Gostaria sim que pudéssemos, numa mesa de bar ou em volta da mesa da sala, mergulharmos em assuntos mais amenos e não menos importantes como a imensa beleza deste Planeta, que o Johnny Mazilli captura em suas lentes nas terras geladas da Noruega; da profundidade de sentimento, e acurada visão do Rubens Pesenti que através de poemas/imagens, e escritos, nos mostra as várias dimensões de uma alma; e por fim, escutaria o Cesar Roberto Elias, que apesar de não ser andarilho (de alma, ele o é), trilhou as trilhas do conhecimento interior com uma malandragem e delicada perspicácia que sempre me impressionou.  
Assim, meus queridos amigos, termino minha fala sabendo que, independente da conversa que aqui rolou, mais satisfeito impossível eu ficar, por poder partilhar da companhia, da conversa em que não houve um consenso (faz parte), e da amizade de vocês três."

domingo, 21 de outubro de 2012

Concursos? Tire De Letra!!


Vai prestar vestibular, concurso?

Seus problemas acabaram!!!!!!


"Eles" Estão Aqui!




AHAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!






sábado, 6 de outubro de 2012

Internéticas Amizades


Estava falando com meu novo amigo que fiz por aqui, na NET.

Ele tem 55 anos e meio. A filha dele é uma graça de pessoa, e a namorada dela muito inteligente: tem um blog que eu seguia, muito louco!
Papo vai, papo vem, a gente se entendeu... 
Me passou um site com imagens desbundantes, o cara entende. Por exemplo, passou-me informação sobre u

m livro que o vô dele deu pra ele quando moço: A Evolução da Física; do Einstein, traduzido pelo Monteiro Lobato. - Companhia Editora Nacional, 1941 Albert Einstein e Leopold Infeld.
Cacete, um avô dar um livro desse prum neto??? Puta avô!
Interessante, né? Vou procurar.
O nosso papo? Ahhh..., foi sadio, né?

Ele: "Rita Lee fazia propaganda do cogumelo do zebu daqui, ave.
psilocibina

Eu: afe! Uma viagem NATURAL!!!!!!!!!!!!!!!
sem rebordosas
LSD enlouquece a pessoa. Mas tenho amigos que adoram!

Ele: Tenho uns "chegados" que piraram legal, até hoje não "chegaram na rodoviária" !

Eu: rsrsrs
Eu, pirei. Pelo menos minha mãe falou que sim... :)
Muito boi zebu aí...
verdade...

Ele: Nunca tomei (ácido), em 72 "lancei" uns comprimidos de cogumelo prensados naquelas prensas de forrar botão, nunca mais, tem gente viajando até hoje.

Eu: ahahahahaha

sábado, 29 de setembro de 2012

Minha Religiosidade


Através dos séculos vários instrumentos materiais (imagem lá embaixo), ou imateriais, foram usados para que a religião, essa ou aquela, fosse aceita pelos infiéis.
Normalmente elas associam suas prédicas ao deus em que cada uma acredita e personifica da maneira que lhe apraz, modificando e amenizando aqui e ali essas características com o passar do tempo.
Salva-se uma ou outra, que evita engessar demais a liberdade interior do fiel.
Qualquer instituição (hoje ou ontem), que mata seres humanos para serem aceitas, seja política, militar, ou religiosa, não merece minha aquiescência; embora, de acordo com meu bom senso, as aceite como um fato.

Uma pessoa 'religiosa', ao ler estas palavras pode ficar indignada, pensando que sou um iconoclasta desrespeitoso com a alma mergulhada na escuridão; irá sentir crescer dentro dela um fogo indignado e purificador, tipo assim..., uma raiva; talvez irá pensar: vai ser burro assim no inferno!
Rola uma tendência, entre as pessoas religiosas, uma certa falta de..., universalidade; voltam-se para a própria comunidade, que professam a mesma crença; e o resto, é Resto: já nasceram condenados, os pobres.

O óbvio é que, nestas alturas dos acontecimentos evidentes, nem se precisa desenhar para perceber o quanto de beleza encontramos fora das religiões, e dentro da gente.






Meditação, Uma Resposta


Tenho pensado, e lido, a respeito da meditação.
Parece-me que esse, a meditação, é um ato relevante que deve ser levado em consideração.
Tenho percebido que, antes de p

raticá-la, é importante ter uma ideia mais profunda do que consiste um meditar. Encontrei esta informação através da leitura de um mestre, Krishnamurti. Este ensinamento, da maneira como nos é passado por este filósofo, está total e radicalmente dissociado de quaisquer conotações religiosas, o que considero 'n' pontos a favor.
As palavras que citarei abaixo pertencem a algumas palestras em que o assunto, meditação, vêm a tona.
Identifico-me profundamente com elas (palavras, e palestras), e com tudo o que ele diz a respeito de uma melhor visão de vida.
Meu senão fica por conta de um sentimento maior que devoto a um Algo, a uma Entidade, a um Alguém a Quem chamamos de Deus. Acredito na existência deste Senhor, que Krishnamurti faz questão de não citar; mas isso vai de cada um. Eu, acho, já nasci acreditando. Rsrsrs!!


(...)"Costumamos separar o som do silêncio. O som é o mundo; o som é a batida do coração; o universo está repleto de sons; os céus, as milhares de estrelas, todo o firmamento está cheio de som. E consideramos o som uma coisa intolerável. Mas, quando escutamos o som, o próprio ato de escutar é silêncio. O silêncio não se separa do som. A meditação, portanto, não é algo planejado, organizado. A meditação apenas é. Começa com o primeiro passo que é o estar livre de todos os ressentimentos, livre de tudo que já acumulamos - temores, ansiedades, solidão, desespero, sofrimento. Essa é a base, o primeiro passo e o primeiro passo é o último passo. Se derem o primeiro passo, termina tudo. Mas não estamos com vontade de dar esse primeiro passo porque não queremos ser livres. Queremos depender - do poder, de pessoas, do meio-ambiente, de nossa experiência, do conhecimento. Nunca nos libertamos da dependência, do medo.(...)

O texto, acima, foi retirado deste site: http://www.krishnamurti.org.br/?q=node%2F2

Swami Jiddu Krishnamurti

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Prefeitos São Perfeitos? Em Quê?

O atual prefeito da cidade em que vivo, Vinhedo, já foi preso duas vezes por acusação de extorsão, formação de quadrilha e sonegação fiscal.
Esta eleição, para ele, está concretamente ganha: a principal adversária, Marta Leão, foi afastada 
de maneira vil por uma jogada do presidente de seu partido, que na última hora se inscreveu como candidato a prefeito, eliminando-a do pleito e abrindo caminho ao atual prefeito, citado acima; que concorrerá ao cargo novamente no próximo domingo numa invejável situação: totalmente sem adversários políticos!.
Assim estamos..., e chorar adianta? Não... Se adiantasse, levando em consideração o panorama político brasileiro, estariam resolvidos todos os nossos problemas de energia elétrica.
Assim que, determino:
Com ele estamos, com ele ficaremos,
Com o Serafim, vamos até o fim!


(Faço aqui um adendo: não sou puro, não desdenho de quem já foi preso, pelo menos, não de muitos que já foram; o problema é que ele é uma figura pública, o problema é que o dinheiro desviado é imenso, que poderia ser revertido em benefícios sociais. Vinhedo É rica..., a Saúde aqui É bem estruturada...; mas, e daí?? O que justifica esta roubalheira que se tornou um modus operandi espalhado por TODO o Brasil? Ser preso qual quer um pode ser, o que determina meu gosto ou desgosto é como o detido reage a isso. Para uns, um novo caminho é tomado; para outros...)










quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Suando A Camisa

Estava meio que animado quando escrevi este texto; mas, passada uma semana, tou vendo que o esforço neste trabalho é contínuo; e as condições..., árduas.





"Ontem, os bandeirantes desbravavam virgens terras brasilis; hoje, é nóis, os 'toprógafos'!

Bem, 'nós' é maneira de dizer...: voltei a fazer parte desta categoria profissional, valente e denodada, como um 'relés' mas importantíssimo..., auxiliar!!!
Talvez um dia exerça uma profissão que realmente expresse alguma coisa de mim, ainda não chegou este dia; portanto brinco um pouco, quando falo do que faço para ganhar o panem meum et butyrum cotidie.
Pensei que servente de pedreiro sofria só, na Terra; me enganei, ele tem um colega a altura! E bota altura nisso! O que tá me matando e tirando a poesia da coisa é uma chanca de couro com a base dura pra caramba, meu pé está a três dias tentando se moldar a ela...; minha situação é a seguinte: ou troco de bota (comprada em loja de artigos de segurança de trabalho), ou mudo de atividade, ou, ficarei sem dois pezes operacionais. Além da alegria por estar trabalhando com carteira assinada, tenho outra inefável: tirar a butininha quando chego ao meu lar (se tirar no carro mato meu parceiro).
Neste momento em que escrevo estas linhas, algumas coceirinhas tão rolando em minha perna: 80% de possibilidade que sejam singelinhos e miúdos carrapatos.
Já me foi dito por minha minguxa, a Rachel, que ficarei mó saradão. Acredito...
Os braços tão mais pra nortista que pra paulista, mudaram de cor em um dia! Andei tanto para almoçar, que, quando voltei ao local do levantamento, já estava com fome. :P
Enfins, se tenho humor para escrever sobre o que faço é porque estou contente, e um tanto..., como direi..., dignificado.
Vida longa aos trabalhadores deste país."

domingo, 26 de agosto de 2012

Ministro Do Supremo Insulto


"A coluna de Monica Bergamos na Folha de S. Paulo desta sexta mostra que o ministro Ricardo Lewandowski, que acaba de absolver o deputado João Paulo Cunha, tem sido bastante duro em outros julgamentos.
Votou pela condenação de um sujeito que roubou um farol de uma moto, no valor de R$ 13. Também condenou um sujeito que havia furtado uma bermuda.
No entanto, não aceitou a denúncia contra José Dirceu quando feita pelo Ministério Público."

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Desacertos? Melhor não aprofundá-los!

Quanto mais falamos, mais difícil fica para nos entendermos. Não vamos fazer de nossas conversas assentos psiquiátricos, esmiuçando razões comportamentais que sabemos são as vezes ditados por falhas pessoais, outras vezes não.

Não desdenhei pessoalmente de você nem de sua opinião nem do que disse em nossas conversas. Apenas fiquei meio assim, quando você me tratou meio assado. Quem começou a dar 'chifradas'? Não sei.

Você veio com tudo quando comentei que gosto de fotos mexidas; e depois disso a coisa desandou, com direito a uma dispensada legal por sua parte. Essa é minha visão, você tem a sua. Quem está certo? Ora..., deixemos isso pra lá... Não é?

Minha amizade vai acrescentar algo a você? Essa é a pergunta. Talvez você já deva ter um vislumbre da resposta. Diz-se que a gente sempre tem, quando fazemos uma pergunta para nós mesmos.

Você está caminhando, eu também. Podemos fazer isso juntos. Mas, se fizermos essa parte da caminhada longe um do outro, é porque assim teria que ser.

Um beijo, Rachel.

Para mim, você é uma boa companhia.

domingo, 12 de agosto de 2012

Prenda O Gatinho!





Esta foto são de dois, dos quatro gatinhos que tenho.
O link abaixo é de um joguinho bastante legal.
Abraços.


sexta-feira, 27 de abril de 2012

Carta De Uma Moça, Ou, Discutindo Relações, Ou, Os Pingos Dos 'Is'

O que vc vai ler abaixo é uma carta de uma mulher de 20 anos falando sobre certos acontecimentos que rolou entre ela e o namorido, que foi mandada para uma amiga.
A encontrei sem querer no meu pc, pois a mocinha em questão o usa.
Achei ótema!!!!!
Sinceramente? Estou orgulhoso pela personalidade,  pela feminina perspicácia, pela retidão moral, e pela valorização de sentimentos que rola numa relação da qual, a mocinha que escreveu,  faz parte. 
Independente do que achei, tem uma outra razão que justifica a postagem: o texto, e a história, são saborosos.
O nome do rapaz e da mocinha foram trocados, vai que alguém da tchurma deles apareça por curiosidade; até o Chapolin aparecer, eu tô frito.

"Eu tava na casa de um casal de amigos dele... enquanto ele andava de bike... eu fucei no cel dele... e vi umas msgs... de ele convidando uma menina pra almoçar assim “ Oi meu amor... quando vai me dar a honra de almoçar com vc ? saudades linda”
Vi a msg... mas naum falei nada, qguardei o cel.. e fingi que nada aconteceu.
Quando ele sentou comigo... o cel caiu no chão... eu peguei e falei assim “Poço fuçar?” ele fico meio tenso na hr... mas com uma forçando uma cara de tranqüilo me falou que podia... comecei a ler as msg... todas... e cheguei naquela que era a que tinha algo a mais... por sinal a unica de mulher... ele se esqueceu de apagar pq tava nas enviadas e eh mais escondida as pastas... quando chegou nessa ele falou... eh uma amiga... eu falei... vc fala assim com amigas... ele ainda jogou na minha cara “é... vc Tb naum tem amigos ?”
Eu naum so besta neh ? Falei: "Roberto... me conta o que aconteceu...” Ele falou que anum era nada de mais.
Passei a noite inteira estranha... quieta... ele todo querendo agradar... jantamos  e na sobremesa... era fondue... ele ateh deu na minha boca .
AÍ ELE SE ENTREGOU !
Continuei estranha... fomos embora... seria uma hr de viagem... foi uma hr no carro eu muito quieta com o som no ultimo volume... pensando em tudo que eu falaria pra ele.
Ele troucou umas duas palavras... mas fui seca ele nem estendeu.
Chegamos na casa dele... eu peguei o note ele foi tomar banho. Quando ele voltou eu jah fechei o note e mandei ele sentar para conversarmos.
Ele falou pra eu ir tomar banho e tals. Eu falei... “ não... quero resolver isso agora”
Sentamos confortavelmente... ele jah começou a se explicar... eu mandei ele ficar quieto e escutar tudo o que eu tinha a falar pra ele.
Respirei fundo... Com toda a segurança e frieza do mundo e falei:
“ Antes de mais nada eu quero te pedir uma coisa: JAMAIS subestime a minha inteligência a minha esperteza. Eu sei que aconteceu alguma coisa... E se vc continuar mentindo vai fazer papel de muleque!
Desde o inicio, eu sempre deixei claro que vc poderia confiar em mim. Sempre e pra tudo. Vc é homem, e antes é um ser humano... Sei que as vezes da vontade de rever um amigo... de transar por transar... Vontade de uma mulher diferente... Mas disso a vc chamar uma menina para almoçar?
Vc e eu sabemos o que vc queria comer nesse almoço ! E eu não quero que vc minta mais pra mim. Vc pode confiar em mim, eu jah te dei um milhão de motivos pra isso. Vou te perguntar... e não quero que minta. O que aconteceu?

Nisso Sânia... ele jah tava suando... sério e com aparência de apavorado... e eu super calma. Serena !
Ele falou... gaguejando hahahah
Ela eh uma mina que eu fiquei antes de ficar com vc, desde que eu to com vc nunca fiquei com ninguém, ela me mandou uma mensagem falando que ia trazer a prima pra fazer cabelo comigo... ela quer ficar comigo e tals.

Eu falei... e pq vc apagou a msg que ela te mandou ?
ele: ahh  é pq vc ia pensar merda... como pensou
eu: ahh Roberto... mas se ela falou só isso... pq u iria pensar algo...? é pq vc sabia que naum era só isso neh ?
E se vc sabia que ela queria dar pra vc... pq chamou ela pra almoçar ?

Ele ficou mudo e pálido...
E eu tava radiante por dentro... juro pra vc... eu tava me saindo muito bem e nem tava triste nem nada hahahah

Eu falei... O que eu deixei faltar pra vc? Fala pra mim...
Ele com o olho vermelho...
Não aconteceu nada Leninha... eu queria spo almoçar com ela.

Nossa... ae eu fiqei brava... falei bem alto: VC TAH ME ACHANDO COM CARA DE OTÁRIA ?? ACHA QUE EU NASCI ONTEM ??
Vc tah fazendo um papel de imbecil... de criança !! Para de mentir... vc jah não viu que não tem saída !?
Vou perguntar mais uma vez... O QUE VC QUERIA NESSE ALMOÇO?

Ele olhou pra mim meio com a cabeça baixa... com uma cara de dó e falou bem baixinho: eu queria algo mais.
Eu simplesmente sorri... e falei... pronto... falou o que eu queria ouvir... levantei... peguei a toalha e fui tomar banho... ele me chamou umas 2 vezes e eu ignorei !
Meu... juro... pela minha filha que eu tava muito feliz... de ter feito ele se sentir um idiota sabe ? Eu me sai muito bem Sânia ! Sabe quando vc pensa em falar um monte de coisa... e na hr anum sai nada, ou quando vc fica pensando depois da briga tudo que vc podia ter feito ? EU FALEI TUO ISSO !!! Tudo que eu queria... podia e devia falar ! Me senti muito bem hahaha

Ai fiquei pensando em mais algumas coisas pra falar enquanto tomava banho !
Entrei no quarto ele tava sentado na cama... no meio dela... olhando pra porta... agarrado num travesseiro... hahah deu dó quando eu vi ! Olhou pra mim e falou que tínhamos que conversa... que ele tinha que se explicar.
Eu falei tah bom e mandei ele começar... ele falou:
“Lena, eu me arrependo muito do que eu fiz, vc não tem noção de quanto eu me arrependo. Eu realmente não sai com ela. Eu não sei pq mandei a mensagem... vc é uma mulher fantástica (amei essa parte), diferente de todas que jah namorei... eu senti vontade de sair com ela mas eu não sei por que”

Eu falei... meo... num fds vc fala que quer que eu venha pra ca e no meio da semana vc faz isso... eu passei a semana inteira pensando em vc... enquanto vc chamava a menina pra sair.
Vc me acha com cara de criança pra vc fazer isso... eu não sou não... sou mãe... e te apresentei pra minha filha... vc é o primeiro homem que ela conhece como meu namoradoo.
O que eu deixei faltar pra vc... Na cama eu sei que nada... e no resto... eu deixei?? (ele falou: não cah... nunca... vc eh perfeita... maravilhosa) Então pq fez isso ? eu não mereço isso !!! Sempre te tratei da melhor maneira... estou desde o inicio fazendo de tuuudo possível e impossível pra darmos certos... e vc vai na primeira tentação que te aparece ???
Me responde... PQ FEZ ISSO?”

Ele falou que naum sabia... Eu alterei a voz e cheguei bem perto do rosto dele... tipo uma mãe dando sermão no filho (eu amei muito essa parte hahahaha)
NÃO SABE ??? NÃO SABE???
Pois essa é a ultima coisa que eu queria escutar... pq se vc soubesse o pq... daria para resolver. Eu preferia que me dissesse que amava ela... que estava apaixonado... que morre de tesão... que ela eh 30 vezes mais bonita que eu ! Mas vc me fala que naum sabe ??? Eu so tão ruim assim... pqra vc querer me trair e não saber nem o motivo ???

Nisso Mary... ele jah tava suando bicas... a veia debaixo do olho dele tava tremendo... e tava meio pálido.
Ele me pediu perdão... disse que jamais faria dinovo... mas ele achava que era pq tava meio inseguro... pq naum confiava em mim e tals. Mas jurou que realmente naum ficou com ela.
Eu falei meo... como vc quer ficar coomigo de verdade se faz esse tipo de coisa ?? Sentir tesão ou vontade de outras pessoas eh normal... vc eh ser humano... mas o relacionamento consiste em verdade... em resistir a tudo isso.
Se vc tivesse me contado... sei La a gente ia conversar sobre o assunto... eu sô tão cabeça aberta... a gente ia resolver isso... e eu não ia estar fazendo esse papel de troxa.
Se tah assim agora que eh o inicio do namoro... que tah tudo klindo... imagine depois... quando a relação se desgastar... vc sabe que desgasta...
Eu fiz de tudo pra essa ser uma relação diferente para mim e para vc... fiz tudo diferente dessa vez... escutei sempre o que me falou ! Vc disse que sou diferente... não sei se isso esta sendo bom ou ruim...

Ele tentou me abraçar... eu desviei...
Falei  que não ia mais confiar nele e tals.

falamos mais algumas coisas que naum lembro.
Eu fiquei muda... ele Tb.
Ele falou... se vc naum confia mais em mim... vc sabe que naum vai mais dar certo neh ?
Eu falei que sim... super triste RS
Levantei apaguei a luz e fui deitar do meu lado da cama... bem no canto... me cobri e abracei o travesseiro... eu estava triste... mas naum muito... tava bem normal.
Deu 2 min... ele me abraçou por traz... e quase chorando... falou que eu naum podia fazer isso... que ele naum sabia ficar sem mim... que ele precisava de mim. Que ele se arrependia mais que tudo do que ele fez... e que se ele pudesse ele voltava no tempo... pra jamais me fazer se sentir daquele jeito.

Eu fiquei quieta... mas nessa hr eu comecei a ficar triste... ele tava meio desesperado... ficava tentando me virar pra eu olhar pra ele.
Ele falou que gostava de mim... que eu era muito importante pra ele. Que ele agiu como um canalha... mas que queria que eu soubesse que ele naum era um. Que ele naum queria mais ninguém... que o que ele mais queria eh que fossemos muito feliz.
Tentou me virar dinovo e eu naum virei pra ele. Ele passo por cima de mim e deitou no canto... entre eu e a beirada...
Perguntou se eu achava que se ele não gostasse de mim ele não tava La quase implorando.
(nessa hr eu realmente pensei... meo ele deve msm gostar)
Ele me falou que queria de verdade que eu fosse mulher dele... que ele jah amava a Becca e tals... e eu só quieta...

Aí nessa hr eu dei o cheque mate hahahhaa
Falei pra ele... Sabe pq eu to assim ? Sabe por que eu me importo ? Por que eu TE AMO. Nessa hr... escorreu uma lagrima do meu olho...
Noss Sânia... vc tinha que ver a cara dele... eu naum tinha falado isso pra ele ainda... escorreu lagrima do olho dele na hr... ele me abraçou bem forte e falou que Tb me amava .
Ele falou que naum ia jurar... nem prometer nada... mas que ia me mostrar que ele era o homem da minha vida !
fizemos AQUELA reconciliação  hahahhaha muito boa por sinal
deitei e dormi...
Ele me trouxe café na cama... hahahahha
e logo cedo jah me disse que queria ver de eu mudar pra La o mais rápido possível e tals...

Disse que gostava de mim... bloa bla bla e bla bla bla !
Passamos um dia top..."

sexta-feira, 16 de março de 2012

Desejo-lhe, Um Feliz Aniversário!



Um cumprimento legal, pela passagem de um ano para outro de uma pessoa, é muito bem vindo; tanto por quem o formula, quanto por quem o recebe.
Hoje uma amiga recebeu este salve, pelo seu aniversário.
Como achei que acertei a mão, resolvi colocá-lo aqui.
O problema é que não posso ficar repetindo-o, e criar outros não me apetece; resolverei isso continuando a usar meu coração na hora de dizer algo a alguém que aprecio.
Creio ser uma atitude honesta, e de bom senso. Num é vero?
:)

"Venho, por meio desta, desejar-lhe que jamais lhe abandone a saúde; que sempre tenha, a sua volta, pessoas que lhe queiram bem; que o amor não fique longe de você por muito tempo; que os amigos festejem eternamente sua presença; que o sucesso coroe seus empreendimentos; que o dinheiro lhe venha as mãos; que trabalho não lhe falte; que a calma sempre volte rápido, assim como a alegria; que seu olhar continue acurado; que suas palavras continuem a nos fazer bem, assim como seu bem querer; que seu bom senso a ajude a viver, e que sua sensibilidade a ajude a Ser.

Que tudo o que lhe desejo se realize neste Novo Ano que hoje, para você, começa.

Um carinhoso beijo, um apertadinho abraço, do seu real minguxo."
 

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Um consultório, e três figuras tentando se achar.


Tudo, nesta montagem bem humorada, tem sua razão de ser: o olho no lugar do psiquiatra, o cuore, o cérebro...
A cestinha de lenço de papel e o lencinho usado do lado do coração, é um caso a parte.
Um sarro, né?

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Sobre Querer Colo

"Temos o nosso colo..., que nem precisa de nossa cabeça. Também penso em querer um, mas, me lembro de que Jesus disse um dia que o Filho do Homem tem o Universo, mas não uma pedra em que recostar sua cabeça. 
Seu poema impressiona, a tempos não leio algo assim. É 'hermético', mas reflete conceitos corretos que não precisariam vir de uma situação conturbada. Mas se vem, é porque assim é. Nos comportamos de maneira especial quando nossa alma luta por respirar. É um processo, um acontecimento dentro de um processo de nos (re)lembrarmos Quem Somos. É um Acordar. 
Assim que, querer um colo, não tem nada de estranho. Normalmente, temos palavras, percepções que nossa intuição nos traz, um amigo que fala com a gente, um dia de sol. Este são os nossos colos."

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Tente Estar Atento!

Fique atento às instruções que a intuição lhe envia. 
Ela te poupa de raciocínios e elucubrações que exaurem; mas, fala baixinho...!

sábado, 7 de janeiro de 2012

Nosso Trabalho É Feito De Suor

     Começo 2012 com o pé direto: trabalhando. 
     Começaria com os dois, caso estivesse amando e beijando uma prenda, uma cachopa, uma mocinha de 30, a 50.
     Mas, tudo bem...! Estou saudavelmente saudável, respiro o ar matinal tooodos os dias, dou uma caminhadinha básica, e me exercito bastante na atividade escolhida. Tou ganhando uns trocos que, unido ao aluguel que recebo de uma casinha, tá dando para arquitetar uns planos. Por exemplo: comprar um carro, e viajar para o Sul para visitar primo, amigo, amigas; e para o  Nordeste, ver como são as coisas por lá.
     Mas vcs sabem, planos foram feitos para serem mudados; caso isso aconteça, como acabei de receber um convite para ir de moto até o Peru, irei de bom grado. Se o amor em forma de mulher não acontece, me entrego a ele na forma de um amigo; amor, é amor; e quando vem acompanhado com uma dose de sapiência, a oferta se torna irrecusável. 
     Bem, saí do assunto: meu trabalho.
     Já fui ofice boy, bancário, agente do Censo (duas vezes), pesquisador de mercado (externo e interno), assistente de fotografia de estúdio fotográfico, porteiro, desenhista projetista, vendedor de livros, professor de alguma coisa numa escola em Costa Rica (tava muito louco naquela época), vendedor em barraquinha de comida no Salão do Automóvel, escriturário na PRODAM (empresa de processamento de dados da prefeitura de SP.). Ahh, trabalhei como voluntário por vários meses no CVV (Centro de Valorização da Vida). Claro que fiz outras coisas também, mas sobre isso já comentei em outro post. 
     Como vêem, fui prolixo!
     Hoje, pinto residências, indústrias, prédios, o que vier. Estou mais direcionado, sei o que quero: vou atuar no ramo da massoterapia.
     A razão deste post é mostrar alguma coisa de meu trabalho atual, e das pessoas com quem divido esta profissão, a pintura.
     As casas em que estou trabalhando são essas:


Essa já foi terminada. A casa é bem feita, mas quente. O terreno é 10! Mil e quinhentos metros quadrados de calmo ar puro; o silêncio vem no pacote. Existe outra construção no terreno, grande: área de comer e churrasquear em baixo, e de lazer em cima; tudo na alvenaria e madeira. A moça que alugou a casa, a Daniela (nome de minha primeira namorada, ela tocava celo), se engraçou com o pintor que ficou encarregado do interior; o cara tem um Jeep, Grand Cherokee. Muito simpatiquinha ela; professora de alemão; já combinamos umas aulas.

Esta está sendo reformada. Grande. Fica num condomínio daqui da city, o Marambaia. Imenso! Entram e saem, por dia, 6.000 prestadores de serviço! Tem uns 19.000 moradores, por aí. Na hora do almoço, nos sentamos numa mureta do lado do quiosque, atrás tem um pé de manga; após o almoço (quentinha no meu caso), colhemos a sobremesa no pé. Nadar, só se cair na piscina sem querer... A dona é nova, gostosa, tem voz fina, e me pareceu meio chata.

Esse imóvel..., show! Está a dois anos em construção; o dono, um jovem senhor, é um advogado corporativo bem apessoado e educado; foi me cumprimentar. Parabenizei-o pela construção, e elogiei a escolha dos pedreiros (que, já me disseram, fizeram umas cagadas). Ele nem me olhou direito, gente assim está sempre com a cabeça em outro lugar. 
O preço da casa? Dois milhões; até agora.

     Bem, falamos dos imóveis. Quanto as pessoas que formam minha equipe..., posso voltar para falar deles; senão este post ficará muito extenso. Basta informar que os nomes deles são: Emerson (Negão), Pikachu, Rafael (Negão), Enxaqueca ou Zangado, Peruano, Paulo (Negão), e este que vos fala; tão me chamando de Cabelo... (um cara só), mas não vai pegar.