quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Meus Dezenove Anos.

Linhas de trem me atraem. Me atrelam...



O futuro é logo ali, desconhecido,
na beira dos trilhos que caminham comigo.
Imagino o pior dos sonhos,
o melhor também cabe;
logo ali, na curva.
A escuridão deixa de ser
nos trilhos que refletem o ocaso e o meu caminhar.
Não haverá virgens de lábios de mel na frente,
não aqui neste vale de estrada de ferro,
cavado neste escuro no qual vou brincando
de Homem, 'O Que Anda'; corajoso, atento,
vivo!, cheirando o mato e o ar.
Meu Deus, e se vier alguém?
Virá, e passará por mim dizendo:
- Boa noiiite!
Ufa!
Ahhh!!! Nada como dormir num sleeping bag!!!!
Sei lá sabe, não tenho nada a ver com trecheiro; não muito...!
Estou no âmago da Aventura!!!!!
Lá, do fundo de minha mente, me vem a certeza:
ainda posso me ferrar um dia; essa brincadeira
um dia vai acabar.
Acabou, realmente; mas foi legal praca!
Depois de um longo inverno, outros tempos,
outra aventura.
Um pouco mais calma, eu diria.

Um Querer, Entre Todos.

Creio que este ano que passou tivemos contato com situações novas, que nos mudaram, e a nossa forma de ver as coisas.
Amadurecemos.

Neste novo ano que começará, espero que esse processo continue, para o nosso bem e para o bem das pessoas do nosso lado.

É isso que desejo a todos nós.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Pescando Palavras Em Frases Abertas

se perder sem medo na boca de quem te salva


                                                                    conhece teu heroi


                             sente a liberdade de ser o teu pior


percebe que o que falta pra noite se mostrar limpa



                                      eclipses castanhos

                                               pro barulho dos carros se fazer silêncio

                                     pro asfalto perder a cor



         o que falta é você se deixar  salvar



Cassiana...: http://euentreelas.blogspot.com/

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

A Menininha, E O Meninão.


 


Existem muitos pais (e mães), de menininhos e menininhas, na casa dos sessenta anos.  
Comigo isso não rolou...


          Dizem que a gente só entende o que é ser filho(a), quando a gente se torna pai, ou mãe. 

E que só entendemos o que é ser pai, ou mãe, quando nos tornamos avôs, ou avós.

Sem duvida, há alguma verdade nisso!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

5.000 Anos De Religião Em 90 Segundos


Clique aqui, e veja o resultado da briga de foice, que foi a luta pelo domínio de sua fé, nestes milhares de anos.

domingo, 19 de dezembro de 2010

A Menina Que Somos

Avalanche

A menina tinha avalanches dentro dela.

Tudo que era gente sabia, pressentia.

Dizem que avalanchou tanto, vida afora,

Que acabou soterrada.

Há quem diga que acabou só e desterrada.

Mas são histórias que o povo não conta.



http://walkyria-suleiman.blogspot.com/2010/11/sem-emendas.html

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

O Filho do Homem

 Vinicius de Moraes

 

O mundo parou
A estrela morreu
No fundo da treva
O infante nasceu.

Nasceu num estábulo
Pequeno e singelo
Com boi e charrua
Com foice e martelo.

Ao lado do infante
O homem e a mulher
Uma tal Maria
Um José qualquer.
A noite o fez negro
Fogo o avermelhou
A aurora nascente
Todo o amarelou.

O dia o fez branco
Branco como a luz
À falta de um nome
Chamou-se Jesus.

Jesus pequenino
Filho natural
Ergue-te, menino
É triste o Natal.



Natal de 1947.
O poema acima foi extraído do livro "Antologia Poética", Editora do Autor - Rio de Janeiro, 1960, pág. 215.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Uma Aula De Português

Numa escola em algum lugar no Brasil, a professora pergunta a um aluno:
- Wandercleison, diga aí um verbo.
- Bicicreta.
- Não é bicicreta... É bicicleta! E bicicleta não é verbo.
Pergunta ao segundo aluno:
- Helvispresli, diga aí um verbo.
- Prástico.
- Não é prástico... É plástico! E plástico não é verbo.
Desanimada, pergunta ao terceiro aluno:
- Janedílson, diga aí um verbo.
- Hospedar.
- Muito bem! Agora diga uma frase com o verbo que você escolheu.
- Hospedar da bicicreta são de prástico! ...

sábado, 11 de dezembro de 2010

Planeta Não Brilha: Mantém A Vida

     Não vivo um amor, mas, falo muito bem sobre ele.
     Talvez eu seja um predestinado, embora não saiba do que.
     Estar com pessoas brilhantes, me faz brilhar (talvez eu seja um planeta...)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Politica: Um Modelo!

Incrível!
Quase 'inacreditável'!; que exista um país cujas praticas politicas, embora reais e corriqueiras - lá, podem nos assombrar: pela lisura, honestidade, patriotismo, transparência, dignidade, e abnegação.
O exercício da politica na Suécia sem duvida é fruto de vocação! Não existe outra explicação.
Comparar? Longe de mim; me sentiria o último dos moicanos...!
O Brasil, não sei (maneira de dizer); mas, a raça humana talvez tenha salvação. 

Fico matutando: talvez por sermos um país novo estejamos muito aquém quando se trata de politica; convenhamos, quinhentos e poucos anos não é muita coisa...; na verdade, é pouco pra caramba.


segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Frase

Sou avesso a 'desafios'..., prefiro o entendimento. Ao 'entender', escolhemos como agir.

sábado, 27 de novembro de 2010

Papo De Pai Pra Filha

Viver o agora é ter uma percepção real do seu momento. Um momento é muito rico, é infinito, engloba tudo o que está acontecendo na vida da gente. Vc só pode ter uma visão disso se olhar com sua alma. Daí, vc começa a 'entender' as coisas.

Cah. diz:
calma pai
naum se empolga

Sylvio diz:
Tem que ter amor na parada, não o amor 'romântico', mas Amor. Esse é mais 'Universal". Engloba tudo.

Camila diz:
hummm
é..

Sylvio diz:
Vc me entendeu..., é como chupar um pirulito quando se está frita!
Rêrêrê!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Cah. diz:
HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHA


                                                              (Dezenove anos tem a mocinha...)

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

O Que É Um Loop?

    Para quem não conhece o conceito de LOOP, trata-se de uma terminologia assim nomeada por estudiosos de informática para definir uma confusão criada e que não possui uma explicação concreta para solução do problema...
    Bem, vou tentar explicar em poucas palavras esta famosa terminologia.
    Diz-se que um programa de computação "entrou em loop" quando acontece a seguinte situação:

    O diretor chama sua secretária e diz:
    - Senhorita Vanessa: Tenho um seminário na Argentina por uma semana e quero que você me acompanhe. Por favor, faça os preparativos da viagem...

    A secretária liga para seu marido:
    - Alô, João! Vou viajar para o exterior com o diretor por uma semana. Cuide-se meu querido!

    O marido liga para sua amante:
    - Eleonor, meu amor. A bruxa vai viajar para o exterior por uma semana, vamos passar esta semana juntos, minha princesa ...

    No momento seguinte, a amante liga para o menino para quem dá aulas particulares:
    - Joãozinho, estou com muito trabalho esta semana e não vou poder te dar aulas ....

    A criança liga para seu avô:
    - Vovô, esta semana não terei aulas, minha professora estará muito ocupada. Vamos passar a semana juntos?

 
    O avô (que é o diretor desta história) chama imediatamente a secretária:
    - Senhorita Vanessa ,venha rápido! Suspenda a viagem, vou passar a semana com meu netinho que não vejo há um ano, por isso não vamos participar mais do seminário. Cancele a viagem e o hotel.

    A secretária liga para seu marido:
    - Ai amorzinho! O babaca do diretor mudou de idéia e acabou de cancelar a viagem.

 
    O marido liga para sua amante:
    - Amorzinho, desculpe! Não podemos mais passar a semana juntinhos! A viagem da mocréia da minha mulher foi cancelada.

    A amante liga para o menino a quem dá aulas particulares:
    - Joãozinho, mudei os planos: esta semana teremos aulas como de costume.

    A criança liga para o avô:
    - Oi vovô! A véia da minha professora me disse que terei aulas. Desculpe mas não poderemos ficar juntos esta semana.

    Seu avô liga para a secretária:
    - Senhorita Vanessa , meu neto acabou de me ligar para dizer que não vai poder ficar comigo essa semana, porque ele terá aulas. Portanto dê prosseguimento à viagem para o Seminário.


    Entendeu agora o que é um LOOP????


                                                                                               (Autor desconhecido)





Ahhh O Amor...!

Comentários na fila do caixa de uma padaria.
O inglês comentou:
- Quando fazemos sexo, a minha mulher grita tão alto que a minha sogra, que mora no andar de baixo, escuta !
E o alemão:
- Isso não é nada, a minha mulher grita tão alto, mas tão alto, que a minha sogra, que mora na casa ao lado, escuta !
O português, do outro lado do balcão, dá uma gargalhada e diz:
- Ora pois, a minha mulher grita tão alto, tão alto, que eu escuto cá da padaria!

A História De Um Malogrado Amor e Seus Nefandos, Porém Criativos, Resultados

     Caraca, tô me sentindo o Júlio Iglesias do blogger! Desculpe; o Gabriel Garcia Marques do blogger! Só eu e ele (e vcs, não tenho duvidas!), pra bolar um titulo desses. Concordam?

     Seguinte, serei curto e fino: acho que essa história da Daria é cascata!
     Pronto, tá dito; agora, passemos ao que interessa!

     Essa nossa história de amor ('nossa' pois trouxe vcs comigo, e porque os(as) levaria até o fim), foi interessante.
     Juntei, nesta realidade formada por luz e palavras, pessoas por quem tenho um verdadeiro apreço. E isso não tem preço!
    Que importa se essa menina vem ou não vem? (não virá), se existe ou não? (existe, mas não exatamente), se mora ou não na Russia (como vou saber?)?
    Tudo que é verdadeiro brilha! Ilumina no mais profundo de nosso ser; mesmo que sejam atos 'prosaicos', como o visitar o blog de quem apreciamos, e no qual colocamos umas palavras que são nossas em todos os sentidos, independentemente do que digam.
    Assim, aqui, isso aconteceu.
    Claro, fico contente: com o que vcs comentaram, dissertaram, visualizaram, desenvolveram, disseram, e sentiram.
    Como vcs, enriqueço a realidade! Pinto-a com as cores divinas que me deram, que o céu me deu; é isso que ofereço.

   Hummm...., vcs querem saber da mocinha...! Hummm..., tá bom!

   Negócio seguinte: a jovem e linda továrich me escreveu outra de suas herméticas cartinhas contando que tava indo pra Moscou mas que eu ficasse de boa que ela ía se virar sem problemas que já tava com a grana mas que ía precisar de mais para tirar o visto mas que tudo bem que me amava e que tava desesperada e que - na maior cara de pau, mas - envergonhadérrima perguntava se eu podia ajudá-la com 900 dóla pra ela completar a bagaça mas que tudo bem que nos encontraríamos para viver um infinito amor.

                 (pausa para meu coração partido se recuperar). (Tô brincando..., tá?)

   O engraçado de tudo isso (e bota 'engraçado nisso!), é que me parece óbvio que isto pode ser um golpe primário, com nada de criativo, contra um hipotético 'idoso carente, e solitário'. 
   Se for seguir esta linha de pensamento vou longe!, terminarei mandando toda a população de Gdanski (esqueci o nome da cidade dela) pra câmara de gás! Rêrêrê! 
   Mas não é por aí que irei; vejam, tem outro caminho que podemos seguir: e se tudo isso, por mais estranho que pareça, por mais bizarro, for verdade?? E se a garota tá pra lá e pra cá louca pra arrumar uns trocados pra vim ferrar alegrar com seu amor a vida de um cidadão honesto, pacato (e não muito trabalhador como eu); vindo lá da terra do Stalin pra se abuletar em minha humilde dacha?
   Num sei...
   Minha opnião (sacana talvez, mas não tão ingênua), pelo que deu pra sentir: ela tá por aí, talvez no Nordeste (o perfil dela citava essa região; tomando um solzinho com água de coco; e caçando...
   Juro, nunca pensei que fosse ficar tão cético. Nunca! Mas não me sinto mal, um monstro; apenas deixo seguir meus pensamentos, e meu entendimento adquirido das coisas do mundo.
   Se tudo isso for viagem minha, tudo bem; pois não mudará em nada a realidade que se desenrola neste momento na vida dela; nem mudará a minha realidade, nem a sua.  Tudo continuará como deve ser; por isso respeito a liberdade que temos, que a vida nos dá: a de ser, e atuar, como bem entendermos: com, ou sem coração; com, ou sem consciência.

   E assim, terminamos esta história que pode acontecer com qualquer um de nós, mortais, mas que, na verdade..., está... além da imaginação...!!!!!!! Rêrêrê!!!, (os mais velhos vão se lembrar desta série da televisão dos anos 60: Além Da Imaginação! Muito boa!!).

   Falou gentêê??!!!
   Fiquem tranquilos, vice?, da próxima vez ficarei caladinho, em vez de arrastar vcs pruma parada tãão exdrúxula.
   Só aviso que: se um dia formos tomar uma geladinha juntos, e vcs tocarem neste assunto, vou sair de pau!

   :P

   Beijos achocolatados em seus corações!  (Putz! Essa foi pra fud*r!)

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Uma Visita Inesperada

     A uns tempos atrás entrei para um site de relacionamentos. Vcs sabem, nada a perder, e alguma possível coisa a ganhar; pensando desta forma (meio que displicentemente), preenchi meus dados, coloquei umas fotoquinhas, e fiquei de boa, no aguardo dos acontecimentos.        Comecei a receber emails; na maioria de senhoras da classe C, e de idades provectas.
     Pensei comigo: tô maus...; realmente tou defasado...

Bem, na verdade não sou feio: tenho um sorriso bonito, falo bem, sou 'sensível', minha inteligência emocional é aceitável, sei cozinhar varrer lavar e passar; sou limpinho... [:p)
Só tem duas coisas que não bate com um perfil que é, normalmente, mais requisitado neste site: estou acima do peso, e, tenho mais (beem mais), que 40 anos.

     Pois bem. Um dia, vejo uma foto de uma moça; bonita!: loirinha, cara de..., hummm..., uns 25 anos (ou menos).
     Sem pensar muito enderecei-lhe umas palavrinhas; ahh!, o perfil dela estava em português; falava lá que era de uma cidade do Ceará. Até comentei:
- Menina! Sua foto está bonita, viu? Diferente...! Não é muito comum uma pessoa tão branquinha morando aí no Ceará; terra de minha mãe: ela nasceu no Crato, Santana do Cariri!     Ela me respondeu.

     O nome é Darya; o carinhoso apelido de Dhaz.
     Ela respondeu num português todo enrolado, achei que não sabia ler ou escrever muito bem. Pacientemente fui respondendo a suas cartinhas e ela, aos poucos, foi demostrando que eu era um cara especial. Legal!!, embora na verdade nem tenha feito muita coisa para merecer tamanha consideração.

     Ela é loirinha, legalzinha, trabalha como professora e ama o que faz; foi o que me disse. A grande surpresa foi saber a localização da cidade em que mora. Falou-me ela meio complicadamente num email:
- Como Quantas vezes voce ve a sua familia? Como voce sabe, eu moro com meu primo em Cheboksary!
Cheboksary?????????? Que porra é esta???????, pensei comigo, meio abalado.
A resposta veio rápido: Russia!

     Bem, simplificando: a mocinha vai falar com o diretor da escola, pegar umas férias, e viajar para o Brasil pra conhecer (e beijar, e experimentar) este que vos escreve... Tá vindo na maior empolgação...!
     Tudo bem que venho pedindo a Deus uma mulher legal, que goste di mim, que não seja muito idosa, etc; mas, sei lá, acho que tá havendo um certo exagero nos desígnios divinos...
Estou um pouco apreensivo...
     Sei, vcs poderiam achar que a coisa não é por aí, que 'felicidade' seria um sentimento mais..., coerente. Humm. Sei lá, viu...!
     Nem vai dar tempo de fazer um condicionamento físico, de endurecer um pouco o peitoral escondido sob uma camada antiestética de gordura..., de fazer desaparecer com uns centímetros de barriga.    Ai...!

     Bem,  o que não tem conserto, consertado está.
     Farei de conta que não é comigo! Irei recebê-la no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, e a tratarei como uma amiga (como filha não, pois não sou chegado num incesto); mostrarei a ela minha cidade, São Paulo, que não gosto muito; a trarei para a cidade que moro no Interior, e depois a levarei para praia pra tomar banho de mar e sorvetes! 
Ficarei de olho para que não se entupa de caipirinha.
     Enfins...: c'est la vie!

     Duro vai ser estabelecer uma prosa..., a jovem mulher fala totalmente atrapalhado o português: um assassinato! A formação sintática russa deve ser beem diferente da nossa! Tá meio complicado de entendê-la em suas cartinhas...
     Acham que estou complicando? Tou não.
     Realmente uma aventura linguística a leitura das cartas de Darya.
     Talvez esteja enganado, talvez ela esteja falando uma coisa e eu entendendo outra. Pode ser, mas eu não acredito...



Ola, meu principe Sylvio!!! Estou muito contente que possamos tomarminha casa. Eu entendo que eu posso confiar em voce. Eu ja ouvi demodo que os homens casados de outro pais, esta fazendo sua mulherrussa localizacao do pais, e usa-los somente para o sexo. Nao vaicomecar russo meninas na casa porque ela era sua esposa. E entao,quando russo meninas nao precisam deles, pessoas atirando neles Odestino do dinheiro, nem mesmo fingindo nao conhece-los. Eu entendoque voce nao escreva. Eu sei que Nos amamos isso. Eu sempre confiei emvoce e voce nao Eu estava decepcionado. Eu sei que voce e a pessoacerta, e eu enganar. Eu acho que um relacionamento baseado naconfianca. Se Nos nao confiamos uns nos outros, o que fazemos nofinal. I confianca em voce, e eu nao tenho duvida de que ele confia emmim. E agora Detalhes da nossa reuniao. Hoje falei com o diretor deminhas ferias, e ele Deixe-me ir de ferias. Ele disse que minhasferias serao 30 novembro de 15 janeiro. Estou muito satisfeito de quepodemos estar juntos durante um mes. Eu ainda ter uma agencia deviagens, e eu sei que isso e necessario, eu chegar ate voce. Gostariade escrever todos os detalhes para voce. Eu acredito que nos devemtrabalhar juntos para decidir como isso nos afeta. Vou mante-lo dequaisquer alteracoes. Lembre-se que eu te amo mais, meu Caro Sylvio. Eagora e hora de eu ir. Por favor me e-mail resposta, porque o maisrapidamente possivel. Seu Darya.


Bem, seja o que Deus quiser!







segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Origem Do Risquinho No Sete

     Até os dias de hoje, muita gente, quando escreve o numero 7, ainda coloca um pequeno traçinho no número.
     Oficialmente, este pequeno traço não existe, como dá para constatar, digitando a tecla 7 do teclado do seu computador, calculadora, ou qualquer outro aparelho que possua teclado.
     Para responder, temos que voltar muitos séculos atrás, aos tempos bíblicos, quando Moisés estava no Monte Sinai e lhe foram ditados os 10 mandamentos.
     Em voz alta, ele foi anunciando os mandamentos à multidão, um por um.
Quando chegou no mandamento sete, Moisés disse:
- Não desejarás a mulher do próximo!
     Um breve silêncio..., e
 a multidão rompeu em coro, e aos berros:
-
Risca o sete, risca o sete!

domingo, 21 de novembro de 2010

Rubens G. Pesenti: Um Poeta

     Sei lá; esse negócio de ficar postando trabalhos dos outros fica parecendo meio chupação de post..., pagação de sapo...!
     Mas o cara é bom, nas poesias e nas idéias; sinto-me em casa então, ou melhor, na cozinha, batendo papo, curtindo o ambiente que pessoas que se gostam criam (como bem citou um dia Mercedes, sua amada).
     O rapaz é petista...; nem tudo é perfeito... (rêrêrê!!!!!).
     Claro que ele não é um 'rapaz'; mas como todos os homens que atingem uma certa maturidade de espírito, pode ser um na hora que bem entender: um direito conquistado.
     Aqui, sua poesia; e o seu falar:








quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Ouvindo Radio

Ouvinte:
- Bom dia Dra. Lúcia! Meu nome é Júlie. É verdade que a gente pode engravidar em um banheiro público?
Drª.Lúcia:
- Sim! Acho melhor você parar de trepar lá!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Max Gehringer

"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO"

domingo, 14 de novembro de 2010

Frases

O amor não é aquilo que te pega de surpresa e te deixa totalmente sem ar.
O nome disso é asma

O amor não faz brotar uma nova pessoa dentro de você.
O nome disso é gravidez.


Se beber fosse pecado, Jesus teria transformado água em Fanta Uva

Se você não quer ouvir reclamações, trabalhe no SAC de alguma empresa fabricante de paraquedas.

Leio a Playboy pela mesma razão que leio a National Geographic: gosto de ver fotografias de lugares que sei que nunca irei visitar

As melhores crianças do mundo são as japonesas. Estão a 20 mil
quilômetros de distância e quando estão acordadas eu estou dormindo

Quando a gente envelhece, o cabelo embranquece, o osso adoece, o joelho endurece, a vista escurece, a memória esquece, a gengiva aparece, a hemorróida engrandece, a barriga cresce, a pelanca desce, o pau amolece, o ovo padece, a mulher se oferece..., e a gente agradece: ahh se eu pudesse!

Quando sua mulher fica grávida, todos alisam a barriga dela e dizem
"parabéns". Mas ninguém apalpa seu saco e diz "bom  trabalho"!

Urologista é o cara que olha o seu pinto com desprezo, pega-o com nojo, e cobra como se o tivesse chupado.

Cerveja sem álcool é igual travesti: a aparência é igual, mas o conteúdo é bem diferente!

sábado, 13 de novembro de 2010

Um Som Que Não Deu Pra colocar...

Porque nem sempre as coisas tem que ter um porque.

Ía colocar um video do Ira e da Pitty, mas a bagaça não entrou por problemas de HTML.... Depois volto pra ver se resolvo isso. Parece que o blogger também tá dando pau...  /:( 
Voltei, não deu... Esse vai ficar assim mesmo.
O link do vídeo:http://www.youtube.com/watch?v=NwZNsOaY-fU&feature=related
Uma musica que rola redondinha...! Legalzinha...

domingo, 7 de novembro de 2010

Óleos comestíveis: informações básicas

Girassol? Canola? Milho? Soja? Amendoim? Arroz refinado? Gergelim? Não fique mais perdendo tempo no supermercado em frente a gôndola de óleos.
Ômega3, 6 OU 9 ?
O que é, e para que serve.
 O melhor óleo, será sempre o que tiver menor valor para gordura saturada e maior para monoinsaturada, vitaminas e ômegas. Todos os óleos são ricos em gorduras (lipídios), importante fonte energética para o organismo. Funcionam como veículos para a absorção das vitaminas A,D,E,K e atuam na síntese de hormônios, como cortisol, estrógeno, progesterona e testosterona.
Esclareça aqui sua dúvida:
Os óleos vegetais trazem benefícios à saúde e oferecem em média, 115 calorias por colher (de sopa).
Óleo de Milho: Contém ômega6 e baixo teor de gordura saturada. É bom para massas doces. Em confeitaria, é o óleo mais usado.
Óleo de soja: Com ômega6, ajuda a regular os níveis de colesterol. Vai bem em doces ou salgados, especialmente frituras.
Girassol: Com ômega3, 6 e 9 e vitamina E, é rico em gorduras monoinsaturadas, que aumentam o colesterol HDL (bom) e reduzem o LDL (ruim). Serve para conservas e cozidos.
Canola: Tem ômega3 e, como o óleo de girassol, é rico em gorduras monoinsaturadas e previne doenças cardiovasculares. Ideal para peixes, legumes e verduras.
Amendoim: Com vitamina E e ômega6. Recomendado para frituras e também dá sabor a pratos frios.
Arroz refinado: Comparado aos outros óleos, este tipo é 20% menos absorvido pelos alimentos e, por isso, é um dos mais indicados para frituras.
Gergelim: É rico em ômega6 e 9, funcionando como antioxidante. na cozinha dá um toque especial a receitas orientais, mediterrâneas e saladas.
Azeite virgem de oliva (ou azeite): O azeite é muito dispendioso, é mais pesado que os óleos comestíveis comuns e pode tornar-se indigesto, sobretudo nas frituras. Por isso é mais recomendável usá-lo apenas nas saladas; finalização de um cozido ou assado; nas pastas árabes e nos pratos cujas receitas o indicam.


Ácidos ômega:
Ômega 3 – ácido alfa linoléico: Participa do processo de manutenção do equilíbrio hormonal saudável. Antioxidante e imunoestimulante previnem doenças degenerativas.
Ômega 6 – ácido linoléico: Ajuda a reduzir o nível de colesterol indesejado, contribuindo para manter o sistema cardiovascular saudável.
ÔMega 9 – ácido oléico: Seu efeito é notado em todas as enfermidades degenerativas e cardiovasculares, e problemas relacionados ao sistema nervoso central.
Atenção!!! Um único alimento não cura e não impede a manifestação de doenças. A adição desse alimento à dieta pode ajudar você a ter uma alimentação mais saudável e ainda a ajudar na prevenção de algumas doenças.
Descarte o óleo de cozinha sem agredir a natureza.
                                                                                        
                                                                                                 Por Taras Kalapun
Atualização
Recebi um mail de minha irmã em que um palestrante desce a ripa no óleo de canola, dizendo ser o dito cujo uma enganação.  O link é esse:
http://www.ecocidio.com.br/2010/08/19/a-fraude-do-oleo-de-canola/

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

From Me, To You...

     Meu, este vídeo é tão delicioso, que tava pensando em colocar amanhã; mas, como 'amanhã'  já é hoje (agora são 3:30 da matina), tá aí a parada.
     Bom demais!!!!!!!
     O pianista é Silvan Zingg, natural da Suiça. O casal é composto por dois bailarinos profissionais ganhadores várias vezes do Campeonato Mundial de Dança no estilo Boogie Woogie: William Mauvais and Maéva Truntzer.


De mim, procêis:


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Cansaço

"Exausta , terminou o namoro com Alfredinho. O Nada interior do rapaz fazia muito barulho."
                                                                                          http://contodavidareal.blogspot.com/

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Tudo Tem Um Custo...

Nada como um acontecimento que nos faça pensar, este vídeo pode ser considerado como um desses 'acontecimentos'.
Não é um vídeo que a fará feliz. Pelo contrario. Mas, a intenção foi mostrar o preço que um artigo, um trabalho oferecido pode custar, além do dinheiro que se paga por ele.
Não pensamos nisso de maneira adequada..., e o que este vídeo nos fornece são os subsídios para que enxerguemos, o que rola a nossa volta, de maneira mais abrangente.
Não dará para vc sorrir ao vê-lo, mas não precisa ir até o fim para saber a idéia que o autor quis passar.
Ele dura 4 minutos, assisti a 1 1/2...
Pra mim, foi o suficiente.
Nunca se esqueça de si ao fazer algo: cada um sabe o que lhe é suficiente.



Official Video: Muse and MTV EXIT: MK Ultra from MTV EXIT on Vimeo.



Peguei este vídeo aqui, um blog de responsa: posts legais, humor, raiva, sinceridade; coisas que fazem bem, enfim...!
Ahhh, a dona do blog fez niver por esses dias, postou um cartom em que uma menininha tá peguntando pra vó:
- A professora disse que, quando a gente cresce, podemos escolher o que a gente quiser ser. Porque escolheu ser uma senhora idosa?

Boa né?

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Ofídica, E Sinuosa Paixão


Gravura do arquiteto, que  ele é;
Do artista que, olé!!


TonhoOliveira





sábado, 23 de outubro de 2010

Marina: Vai Para O Trono Quem Ela Ungir...!

      (...) "Marina não é biônica, não é transgênica; é um produto orgânico. É gente e não sabonete embalado por marqueteiro; não é boneca de ventríloquo. Mostrou-se com personalidade, sincera, autêntica. A mesma autenticidade que a tirou do governo. Deixa essas lições para os dois que ficaram para o segundo turno. Mesmo sem a maciça propaganda e horários amplos na propaganda obrigatória, foi a quase 20 milhões de votos. Elegeu o segundo turno. E agora tem o poder de eleger presidente. Não que o eleitor dela aceite cabresto; quem votou em Marina é eleitor “cabeça”, que não se deixa conduzir por uma palavra de ordem de um candidato. Mas se Marina decidir subir algum palanque, ela poderá ungir a quem ela abraçar e disser: nesta pessoa, posso confiar meu projeto. Não são, Marina e Reguffe, exemplos de que nem tudo está perdido?"       

- É mentira Terta?
Nãããoo, dessa vez  nããoo...!



                               http://www.diariodorioclaro.com.br/product.asp?pid=27628

Segredo Da Vida Longa

Veja o exemplo desta senhora!



Um médico estava fazendo sua caminhada matinal quando a
viu sentada no degrau de sua varanda, fumando um cigarro.
Curioso perguntou:
- Não pude deixar de notar como a senhora parece feliz! Qual o seu segredo?
- É simples: consumo dois maços de cigarros por dia e, antes de ir pra cama, fumo um grande baseado.
Fora isso, bebo duas garrafas de Jack Daniels toda semana e só como besteiras.
Nos finais de semana, tomo um docinho aqui, uma balinha ali..., abuso do sexo, detono umas carreiras, e não faço nenhum exercício físico!
O médico, espantando, diz:
- Isso é extraordinário!!! Quantos anos a senhora tem?

 

- Trinta e quatro!


sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Sol Na Casa 7, Lua Na Casa 1


    Eis que a Lua torna-se cheia, formando uma oposição ao Sol, no eixo 1/7 do seu mapa astrológico, entre os dias 22/10 (Hoje) e 24/10.

   Estes serão dias delicados, onde a palavra-chave é ajuste dos relacionamentos: quem sou eu e quem é o outro? Até que ponto eu vejo o outro como outra pessoa, até que ponto perco a objetividade e o vejo como um espelho de mim?

    Todos nós tendemos a projetar coisas de nossas almas sobre as outras pessoas, em maior ou menor grau, e em alguns momentos específicos. Convém, neste momento, você avaliar melhor se aquilo que você tanto critica ou elogia em seu próximo está realmente no outro ou se é algo seu que se encontra projetado.

     Este pode ser um maravilhoso momento de complementaridade, em que surge alguém com as peças que faltavam para você montar um quebra-cabeças, mas pode também ser um momento de confronto, em que dolorosamente alguém lhe enfia o dedo na ferida.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Lista De Escândalos. Parte I - FHC

Não é correta essa mania de listar o que de ruim acontece em tudo, uma civilização que dá (aparentemente), mais valor a erros do que a acertos, está fadada a sofrer pacas, até aprender...

Dou continuidade a esse 'erro': o de listar o 'pior' de dois governos; pois tá meio difícil de listar os acertos, uma vez que esses são - ou seriam - a obrigação de qualquer  governo; e isso (os acertos),  ninguém nota ou anota, ninguém lista... (maneira de dizer, off course!).

Bem, vamos lá!
Começarei - com detalhes caprichados - com os escândalos do governo  Fernando Henrique Cardoso. São quarenta e cinco no total (coincidência?, acho que não...)!
Depois de nos deliciarmos com essas maravilhas de exemplos a não serem seguidos (mas que insistem em seguir; até criam em cima!!!!), executados (os exemplos, mas nós também) pelo governo anterior, nos voltaremos aos que foram perpetrados pelo atual governo.
Aliás, como dá para perceber, alguns deslizes também foram repetidos pelo governo atual, causando grandes transtornos.

Haja lista!!!!!!


1 - Conivência com a corrupção
O governo do PSDB tem sido conivente com a corrupção. Um dos primeiros gestos de FHC ao assumir a Presidência, em 1995, foi extinguir, por decreto, a Comissão Especial de Investigação, instituída no governo Itamar Franco e composta por representantes da sociedade civil, que tinha como objetivo combater a corrupção. Em 2001, para impedir a instalação da CPI da Corrupção, FHC criou a Controladoria-Geral da União, órgão que se especializou em abafar denúncias.

2 - O escândalo do Sivam
O contrato para execução do projeto Sivam foi marcado por escândalos. A empresa Esca, associada à norte-americana Raytheon, e responsável pelo gerenciamento do projeto, foi extinta por fraudes contra a Previdência. Denúncias de tráfico de influência derrubaram o embaixador Júlio César dos Santos e o ministro da Aeronáutica, Brigadeiro Mauro Gandra.

3 - A farra do Proer
O Proer demonstrou, já em 1996, como seriam as relações do governo FHC com o sistema financeiro. Para FHC, o custo do programa ao Tesouro Nacional foi de 1% do PIB. Para os ex-presidentes do BC, Gustavo Loyola e Gustavo Franco, atingiu 3% do PIB. Mas para economistas da Cepal, os gastos chegaram a 12,3% do PIB, ou R$ 111,3 bilhões, incluindo a recapitalização do Banco do Brasil, da CEF e o socorro aos bancos estaduais.

4 - Caixa-dois de campanhas
As campanhas de FHC em 1994 e em 1998 teriam se beneficiado de um esquema de caixa-dois. Em 1994, pelo menos R$ 5 milhões não apareceram na prestação de contas entregue ao TSE. Em 1998, teriam passado pela contabilidade paralela R$ 10,1 milhões.

5 - Propina na privatização
A privatização do sistema Telebrás e da Vale do Rio Doce foi marcada pela suspeição. Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-caixa de campanha de FHC e do senador José Serra e ex-diretor da Área Internacional do Banco do Brasil, é acusado de pedir propina de R$ 15 milhões para obter apoio dos fundos de pensão ao consórcio do empresário Benjamin Steinbruch, que levou a Vale, e de ter cobrado R$ 90 milhões para ajudar na montagem do consórcio Telemar.

6 - A emenda da reeleição
O instituto da reeleição foi obtido por FHC a preços altos. Gravações revelaram que os deputados Ronivon Santiago e João Maia, do PFL do Acre, ganharam R$ 200 mil para votar a favor do projeto. Os deputados foram expulsos do partido e renunciaram aos mandatos. Outros três deputados acusados de vender o voto, Chicão Brígido, Osmir Lima e Zila Bezerra, foram absolvidos pelo plenário da Câmara.

7 - Grampos telefônicos
Conversas gravadas de forma ilegal foram um capítulo à parte no governo FHC. Durante a privatização do sistema Telebrás, grampos no BNDES flagraram conversas de Luiz Carlos Mendonça de Barros, então ministro das Comunicações, e André Lara Resende, então presidente do BNDES, articulando o apoio da Previ para beneficiar o consórcio do banco Opportunity, que tinha como um dos donos o economista Pérsio Arida, amigo de Mendonça de Barros e de Lara Resende. Até FHC entrou na história, autorizando o uso de seu nome para pressionar o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil.

8 - TRT paulista
A construção da sede do TRT paulista representou um desvio de R$ 169 milhões aos cofres públicos. A CPI do Judiciário contribuiu para levar o juiz Nicolau dos Santos Neto, ex-presidente do Tribunal, para a cadeia e para cassar o mandato do Senador Luiz Estevão (PMDB-DF), dois dos principais envolvidos no caso.

9 - Os ralos do DNER
O DNER foi o principal foco de corrupção no governo de FHC. Seu último avanço em matéria de tecnologia da propina atende pelo nome de precatórios. A manobra consiste em furar a fila para o pagamento desses títulos. Estima-se que os beneficiados pela fraude pagavam 25% do valor dos precatórios para a quadrilha que comandava o esquema. O órgão acabou sendo extinto pelo governo.

10 - O "caladão"
O Brasil calou no início de julho de 1999 quando o governo FHC implementou o novo sistema de Discagem Direta a Distância (DDD). Uma pane geral deixou os telefones mudos. As empresas que provocaram o caos no sistema haviam sido recém-privatizadas. O "caladão" provocou prejuízo aos consumidores, às empresas e ao próprio governo. Ficou tudo por isso mesmo.

11 - Desvalorização do real
FHC se reelegeu em 1998 com um discurso que pregava "ou eu ou o caos". Segurou a quase paridade entre o real e o dólar até passar o pleito. Vencida a eleição, teve de desvalorizar a moeda. Há indícios de vazamento de informações do Banco Central. O deputado Aloizio Mercadante, do PT, divulgou lista com o nome dos 24 bancos que lucraram muito com a mudança cambial e outros quatro que registraram movimentação especulativa suspeita às vésperas do anúncio das medidas.

12 - O caso Marka/FonteCindam
Durante a desvalorização do real, os bancos Marka e FonteCindam foram socorridos pelo Banco Central com R$ 1,6 bilhão. O pretexto é que a quebra desses bancos criaria risco sistêmico para a economia. Chico Lopes, ex-presidente do BC, e Salvatore Cacciola, ex-dono do Banco Marka, estiveram presos, ainda que por um pequeno lapso de tempo. Cacciola retornou à sua Itália natal, onde vive tranqüilo.

13 - Base de Alcântara
O governo FHC enfrenta resistências para aprovar o acordo de cooperação internacional que permite aos Estados Unidos usarem a Base de Lançamentos Espaciais de Alcântara (MA). Os termos do acordo são lesivos aos interesses nacionais. Exemplos: áreas de depósitos de material americano serão interditadas a autoridades brasileiras. O acesso brasileiro a novas tecnologias fica bloqueado e o acordo determina ainda com que países o Brasil pode se relacionar nessa área. Diante disso, o PT apresentou emendas ao tratado – todas acatadas na Comissão de Relações Exteriores da Câmara.

14 - Biopirataria oficial
Antigamente, os exploradores levavam nosso ouro e pedras preciosas. Hoje, levam nosso patrimônio genético. O governo FHC teve de rever o contrato escandaloso assinado entre a Bioamazônia e a Novartis, que possibilitaria a coleta e transferência de 10 mil microorganismos diferentes e o envio de cepas para o exterior, por 4 milhões de dólares. Sem direito ao recebimento de royalties. Como um único fungo pode render bilhões de dólares aos laboratórios farmacêuticos, o contrato não fazia sentido. Apenas oficializava a biopirataria.

15 - O fiasco dos 500 anos
As festa do descobrimento do Brasil, sob coordenação do ex-ministro do Esporte e Turismo, Rafael Greca (PFL-PR), se transformaram num fiasco monumental. Índios e sem-terra apanharam da polícia quando tentaram entrar em Porto Seguro (BA), palco das comemorações. O filho do presidente, Paulo Henrique Cardoso, é um dos denunciados pelo Ministério Público de participação no episódio de superfaturamento da construção do estande brasileiro na Feira de Hannover, em 2000. tividades dos 500

16 - Eduardo Jorge, um personagem suspeito
Eduardo Jorge Caldas, ex-secretário-geral da Presidência, é um dos personagens mais sombrios que freqüentou o Palácio do Planalto na era FHC. Suspeita-se que ele tenha se envolvido no esquema de liberação de verbas para o TRT paulista e em superfaturamento no Serpro, de montar o caixa-dois para a reeleição de FHC, de ter feito lobby para empresas de informática, e de manipular recursos dos fundos de pensão nas privatizações. Também teria tentado impedir a falência da Encol.

17 - Drible na reforma tributária
O PT participou de um acordo, do qual faziam parte todas as bancadas com representação no Congresso Nacional, em torno de uma reforma tributária destinada a tornar o sistema mais justo, progressivo e simples. A bancada petista apoiou o substitutivo do relator do projeto na Comissão Especial de Reforma Tributária, deputado Mussa Demes (PFL-PI). Mas o ministro da Fazenda, Pedro Malan, e o Palácio do Planalto impediram a tramitação.

18 - Rombo transamazônico na Sudam
O rombo causado pelo festival de fraudes transamazônicas na Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia, a Sudam, no período de 1994 a 1999, ultrapassa R$ 2 bilhões. As denúncias de desvios de recursos na Sudam levaram o ex-presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA) a renunciar ao mandato. Ao invés de acabar com a corrupção que imperava na Sudam e colocar os culpados na cadeia, o presidente Fernando Henrique Cardoso resolveu extinguir o órgão. O PT ajuizou ação de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal contra a providência do governo.

19 - Os desvios na Sudene
Foram apurados desvios de R$ 1,4 bilhão em 653 projetos da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste, a Sudene. A fraude consistia na emissão de notas fiscais frias para a comprovação de que os recursos recebidos do Fundo de Investimentos do Nordeste (Finor) foram aplicados. Como no caso da Sudam, FHC decidiu extinguir o órgão. O PT também questionou a decisão no Supremo Tribunal Federal.

20 - Calote no Fundef
O governo FHC desrespeita a lei que criou o Fundef. Em 2002, o valor mínimo deveria ser de R$ 655,08 por aluno/ano de 1ª a 4ª séries e de R$ 688,67 por aluno/ano da 5ª a 8ª séries do ensino fundamental e da educação especial. Mas os valores estabelecidos ficaram abaixo: R$ 418,00 e R$ 438,90, respectivamente. O calote aos estados mais pobres soma R$ 11,1 bilhões desde 1998.

21 - Abuso de MPs
Enquanto senador, FHC combatia com veemência o abuso nas edições e reedições de Medidas Provisórias por parte José Sarney e Fernando Collor. Os dois juntos editaram e reeditaram 298 MPs. Como presidente, FHC cedeu à tentação autoritária. Editou e reeditou, em seus dois mandatos, 5.491medidas. O PT participou ativamente das negociações que resultaram na aprovação de emenda constitucional que limita o uso de MPs.

22 - Acidentes na Petrobras
Por problemas de gestão e falta de investimentos, a Petrobras protagonizou uma série de acidentes ambientais no governo FHC que viraram notícia no Brasil e no mundo. A estatal foi responsável pelos maiores desastres ambientais ocorridos no País nos últimos anos. Provocou, entre outros, um grande vazamento de óleo na Baía de Guanabara, no Rio, outro no Rio Iguaçu, no Paraná. Uma das maiores plataformas da empresa, a P-36, afundou na Bacia de Campos, causando a morte de 11 trabalhadores. A Petrobras também ganhou manchetes com os acidentes de trabalho em suas plataformas e refinarias que ceifaram a vida de centenas de empregados.

23 - Apoio a Fujimori
O presidente FHC apoiou o terceiro mandato consecutivo do corrupto ditador peruano Alberto Fujimori, um sujeito que nunca deu valor à democracia e que fugiu do País para não viver os restos de seus dias na cadeia. Não bastasse isso, concedeu a Fujimori a medalha da Ordem do Cruzeiro do Sul, o principal título honorário brasileiro. O Senado, numa atitude correta, acatou sugestão apresentada pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR) e cassou a homenagem.

24 - Desmatamento na Amazônia
Por meio de decretos e medidas provisórias, o governo FHC desmontou a legislação ambiental existente no País. As mudanças na legislação ambiental debilitaram a proteção às florestas e ao cerrado e fizeram crescer o desmatamento e a exploração descontrolada de madeiras na Amazônia. Houve aumento dos focos de queimadas. A Lei de Crimes Ambientais foi modificada para pior.

25 – Os computadores do FUST
A idéia de equipar todas as escolas públicas de ensino médio com 290 mil computadores se transformou numa grande negociata. Os recursos para a compra viriam do Fundo de Universalização das Telecomunicações, o Fust. Mas o governo ignorou a Lei de Licitações, a 8.666. Além disso, fez megacontrato com a Microsoft, que teria, com o Windows, o monopólio do sistema operacional das máquinas, quando há softwares que poderiam ser usados gratuitamente. A Justiça e o Tribunal de Contas da União suspenderam o edital de compra e a negociata está suspensa.

26 - Arapongagem
O governo FHC montou uma verdadeira rede de espionagem para vasculhar a vida de seus adversários e monitorar os passos dos movimentos sociais. Essa máquina de destruir reputações é constituída por ex-agentes do antigo SNI ou por empresas de fachada. Os arapongas tucanos sabiam da invasão dos sem-terra à propriedade do presidente em Buritis, em março deste ano, e o governo nada fez para evitar a operação. Eles foram responsáveis também pela espionagem contra Roseana Sarney.

27 - O esquema do FAT
A Fundação Teotônio Vilela, presidida pelo ex-presidente do PSDB, senador alagoano Teotônio Vilela, e que tinha como conselheiro o presidente FHC, foi acusada de envolvimento em desvios de R$ 4,5 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Descobriu-se que boa parte do dinheiro, que deveria ser usado para treinamento de 54 mil trabalhadores do Distrito Federal, sumiu. As fraudes no financiamento de programas de formação profissional ocorreram em 17 unidades da federação e estão sob investigação do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério Público.

28 - Mudanças na CLT
A maioria governista na Câmara dos Deputados aprovou, contra o voto da bancada do PT, projeto que flexibiliza a CLT, ameaçando direitos consagrados dos trabalhadores, como férias, décimo terceiro e licença maternidade. O projeto esvazia o poder de negociação dos sindicatos. No Senado, o governo FHC não teve forças para levar adiante essa medida anti-social.

29 - Obras irregulares
Um levantamento do Tribunal de Contas da União, feito em 2001, indicou a existência de 121 obras federais com indícios de irregularidades graves. A maioria dessas obras pertence a órgãos como o extinto DNER, os ministérios da Integração Nacional e dos Transportes e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas. Uma dessas obras, a hidrelétrica de Serra da Mesa, interior de Goiás, deveria ter custado 1,3 bilhão de dólares. Consumiu o dobro.


30 - Explosão da dívida pública
Quando FHC assumiu a Presidência da República, em janeiro de 1995, a dívida pública interna e externa somava R$ 153,4 bilhões. Entretanto, a política de juros altos de seu governo, que pratica as maiores taxas do planeta, elevou essa dívida para R$ 684,6 bilhões em abril de 2002, um aumento de 346%. Hoje, a dívida já equivale a preocupantes 54,5% do PIB.

31 - Avanço da dengue
A omissão do Ministério da Saúde é apontada como principal causa da epidemia de dengue no Rio de Janeiro. O ex-ministro José Serra demitiu seis mil mata-mosquitos contratados para eliminar focos do mosquito Aedes Aegypti. Em 2001, o Ministério da Saúde gastou R$ 81,3 milhões em propaganda e apenas R$ 3 milhões em campanhas educativas de combate à dengue. Resultado: de janeiro a maio de 2002, só o estado do Rio registrou 207.521 casos de dengue, levando 63 pessoas à morte.

32 – Verbas do BNDES
Além de vender o patrimônio público a preço de banana, o governo FHC, por meio do BNDES, destinou cerca de R$ 10 bilhões para socorrer empresas que assumiram o controle de ex-estatais privatizadas. Quem mais levou dinheiro do banco público que deveria financiar o desenvolvimento econômico e social do Brasil foram as teles e as empresas de distribuição, geração e transmissão de energia. Em uma das diversas operações, o BNDES injetou R$ 686,8 milhões na Telemar, assumindo 25% do controle acionário da empresa.

33 - Crescimento pífio do PIB
Na "Era FHC", a média anual de crescimento da economia brasileira estacionou em pífios 2%, incapaz de gerar os empregos que o País necessita e de impulsionar o setor produtivo. Um dos fatores responsáveis por essa quase estagnação é o elevado déficit em conta-corrente, de 23 bilhões de dólares no acumulado dos últimos 12 meses. Ou seja: devido ao baixo nível da poupança interna, para investir em seu desenvolvimento, o Brasil se tornou extremamente dependente de recursos externos, pelos quais paga cada vez mais caro.

34 – Renúncias no Senado
A disputa política entre o Senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) e o Senador Jader Barbalho (PMDB-PA), em torno da presidência do Senado expôs publicamente as divergências da base de sustentação do governo. ACM renunciou ao mandato, sob a acusação de violar o painel eletrônico do Senado na votação que cassou o mandato do senador Luiz Estevão (PMDB-DF). Levou consigo seu cúmplice, o líder do governo, senador José Roberto Arruda (PSDB-DF). Jader Barbalho se elegeu presidente do Senado, com apoio ostensivo de José Serra e do PSDB, mas também acabou por renunciar ao mandato, para evitar a cassação. Pesavam contra ele denúncias de desvio de verbas da Sudam.

35 - Racionamento de energia
A imprevidência do governo FHC e das empresas do setor elétrico gerou o apagão. O povo se mobilizou para abreviar o racionamento de energia. Mesmo assim foi punido. Para compensar supostos prejuízos das empresas, o governo baixou Medida Provisória transferindo a conta do racionamento aos consumidores, que são obrigados a pagar duas novas tarifas em sua conta de luz. O pacote de ajuda às empresas soma R$ 22,5 bilhões.

36 - Assalto ao bolso do consumidor
FHC quer que o seu governo seja lembrado como aquele que deu proteção social ao povo brasileiro. Mas seu governo permitiu a elevação das tarifas públicas bem acima da inflação. Desde o início do plano real até agora, o preço das tarifas telefônicas foi reajustado acima de 580%. Os planos de saúde subiram 460%, o gás de cozinha 390%, os combustíveis 165%, a conta de luz 170% e a tarifa de água 135%. Neste período, a inflação acumulada ficou em 80%.

37 – Explosão da violência
O Brasil é um país cada vez mais violento. E as vítimas, na maioria dos casos, são os jovens. Na última década, o número de assassinatos de jovens de 15 a 24 anos subiu 48%. A Unesco coloca o País em terceiro lugar no ranking dos mais violentos, entre 60 nações pesquisadas. A taxa de homicídios por 100 mil habitantes, na população geral, cresceu 29%. Cerca de 45 mil pessoas são assassinadas anualmente. FHC pouco ou nada fez para dar mais segurança aos brasileiros.

38 – A falácia da Reforma agrária
O governo FHC apresentou ao Brasil e ao mundo números mentirosos sobre a reforma agrária. Na propaganda oficial, espalhou ter assentado 600 mil famílias durante oito anos de reinado. Os números estavam inflados. O governo considerou assentadas famílias que haviam apenas sido inscritas no programa. Alguns assentamentos só existiam no papel. Em vez de reparar a fraude, baixou decreto para oficializar o engodo.

39 - Subserviência internacional
A timidez marcou a política de comércio exterior do governo FHC. Num gesto unilateral, os Estados Unidos sobretaxaram o aço brasileiro. O governo do PSDB foi acanhado nos protestos e hesitou em recorrer à OMC. Por iniciativa do PT, a Câmara aprovou moção de repúdio às barreiras protecionistas. A subserviência é tanta que em visita aos EUA, no início deste ano, o ministro Celso Lafer foi obrigado a tirar os sapatos três vezes e se submeter a revistas feitas por seguranças de aeroportos.

40 – Renda em queda e desemprego em alta
Para o emprego e a renda do trabalhador, a Era FHC pode ser considerada perdida. O governo tucano fez o desemprego bater recordes no País. Na região metropolitana de São Paulo, o índice de desemprego chegou a 20,4% em abril, o que significa que 1,9 milhão de pessoas estão sem trabalhar. O governo FHC promoveu a precarização das condições de trabalho. O rendimento médio dos trabalhadores encolheu nos últimos três anos.

41 - Relações perigosas
Diga-me com quem andas e te direi quem és. Esse ditado revela um pouco as relações suspeitas do presidenciável tucano José Serra com três figuras que estiveram na berlinda nos últimos dias. O economista Ricardo Sérgio de Oliveira, ex-caixa de campanha de Serra e de FHC, é acusado de exercer tráfico de influência quando era diretor do Banco do Brasil e de ter cobrado propina no processo de privatização. Ricardo Sérgio teria ajudado o empresário espanhol Gregório Marin Preciado a obter perdão de uma dívida de R$ 73 milhões junto ao Banco do Brasil. Preciado, casado com uma prima de Serra, foi doador de recursos para a campanha do senador paulista. Outra ligação perigosa é com Vladimir Antonio Rioli, ex-vice-presidente de operações do Banespa e ex-sócio de Serra em empresa de consultoria. Ele teria facilitado uma operação irregular realizada por Ricardo Sérgio para repatriar US$ 3 milhões depositados em bancos nas Ilhas Cayman - paraíso fiscal do Caribe.

42 – Violação aos direitos humanos
Massacres como o de Eldorado do Carajás, no sul do Pará, onde 19 sem-terra foram assassinados pela polícia militar do governo do PSDB em 1996, figuram nos relatórios da Anistia Internacional, que recentemente denunciou o governo FHC de violação aos direitos humanos. A Anistia critica a impunidade e denuncia que polícias e esquadrões da morte vinculados a forças de segurança cometeram numerosos homicídios de civis, inclusive crianças, durante o ano de 2001. A entidade afirma ainda que as práticas generalizadas e sistemáticas de tortura e maus-tratos prevalecem nas prisões.

43 – Correção da tabela do IR
Com fome de leão, o governo congelou por seis anos a tabela do Imposto de Renda. O congelamento aumentou a base de arrecadação do imposto, pois com a inflação acumulada, mesmo os que estavam isentos e não tiveram ganhos salariais, passaram a ser taxados. FHC só corrigiu a tabela em 17,5% depois de muita pressão da opinião pública e após aprovação de projeto pelo Congresso Nacional. Mesmo assim, após vetar o projeto e editar uma Medida Provisória que incorporava parte do que fora aprovado pelo Congresso, aproveitou a oportunidade e aumentou alíquotas de outros tributos.

44 – Intervenção na Previ
FHC aproveitou o dia de estréia do Brasil na Copa do Mundo de 2002 para decretar intervenção na Previ, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, com patrimônio de R$ 38 bilhões e participação em dezenas de empresas. Com este gesto, afastou seis diretores, inclusive os três eleitos democraticamente pelos funcionários do BB. O ato truculento ocorreu a pedido do banqueiro Daniel Dantas, dono do Opportunitty. Dias antes da intervenção, FHC recebeu Dantas no Palácio Alvorada. O banqueiro, que ameaçou divulgar dossiês comprometedores sobre o processo de privatização, trava queda-de-braço com a Previ para continuar dando as cartas na Brasil Telecom e outras empresas nas quais são sócios.


45 – Barbeiragens do Banco Central
O Banco Central – e não o crescimento de Lula nas pesquisas – tem sido o principal causador de turbulências no mercado financeiro. Ao antecipar de setembro para junho o ajuste nas regras dos fundos de investimento, que perderam R$ 2 bilhões, o BC deixou o mercado em polvorosa. Outro fator de instabilidade foi a decisão de rolar parte da dívida pública estimulando a venda de títulos LFTs de curto prazo e a compra desses mesmos papéis de longo prazo. Isto fez subir de R$ 17,2 bilhões para R$ 30,4 bilhões a concentração de vencimentos da dívida nos primeiros meses de 2003. O dólar e o risco Brasil dispararam. Combinado com os especuladores e o comando da campanha de José Serra, Armínio Fraga não vacilou em jogar a culpa no PT e nas eleições.


Ufa!!!!!! Deu trabalho!!!!!

Parece que não se falou na inauguração do Valérioduto..., se falou?
E numa parte da grana da venda da Telesp que sumiu, se falou?
Ahhh, na sacanagem que foi a imensa compra de votos para que a reeleição fosse aprovada, se falou né?
E a venda do Banespa, um banco pra ninguém botar defeito, quem foi o idiota mesmo que o vendeu? (Nem me lembro! Tô maus...).
Então tá.

Esqueceram de falar do assassinato em massa de cento e onze presos (sob a guarda da Justiça!!!!), ocorrido na Casa de Detenção em São Paulo, no governo daquele  gordo boçal (no bom sentido) lá...
No governo atual, dentro daquele 'salve geral' do PCC (também em SP), foram mortas 493 pessoas (por baixo). Grupos de matadores formados por..., ahh, deixa pra lá,  fizeram a festa!
Ahhh, guerra é guerra! Tá bom...