quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Meus Dezenove Anos.

Linhas de trem me atraem. Me atrelam...



O futuro é logo ali, desconhecido,
na beira dos trilhos que caminham comigo.
Imagino o pior dos sonhos,
o melhor também cabe;
logo ali, na curva.
A escuridão deixa de ser
nos trilhos que refletem o ocaso e o meu caminhar.
Não haverá virgens de lábios de mel na frente,
não aqui neste vale de estrada de ferro,
cavado neste escuro no qual vou brincando
de Homem, 'O Que Anda'; corajoso, atento,
vivo!, cheirando o mato e o ar.
Meu Deus, e se vier alguém?
Virá, e passará por mim dizendo:
- Boa noiiite!
Ufa!
Ahhh!!! Nada como dormir num sleeping bag!!!!
Sei lá sabe, não tenho nada a ver com trecheiro; não muito...!
Estou no âmago da Aventura!!!!!
Lá, do fundo de minha mente, me vem a certeza:
ainda posso me ferrar um dia; essa brincadeira
um dia vai acabar.
Acabou, realmente; mas foi legal praca!
Depois de um longo inverno, outros tempos,
outra aventura.
Um pouco mais calma, eu diria.

Um Querer, Entre Todos.

Creio que este ano que passou tivemos contato com situações novas, que nos mudaram, e a nossa forma de ver as coisas.
Amadurecemos.

Neste novo ano que começará, espero que esse processo continue, para o nosso bem e para o bem das pessoas do nosso lado.

É isso que desejo a todos nós.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Pescando Palavras Em Frases Abertas

se perder sem medo na boca de quem te salva


                                                                    conhece teu heroi


                             sente a liberdade de ser o teu pior


percebe que o que falta pra noite se mostrar limpa



                                      eclipses castanhos

                                               pro barulho dos carros se fazer silêncio

                                     pro asfalto perder a cor



         o que falta é você se deixar  salvar



Cassiana...: http://euentreelas.blogspot.com/