quinta-feira, 6 de maio de 2010

Precipícios Bucais

Não é nova, mas lendo-a de novo percebo o quão perto da realidade ela está, e o quanto é terrível certos silêncios causados por uma bocona, que pode ser a nossa...
:)

Dois amigos conversavam, quando, depois da segunda, terceira, quarta taça de
vinho, Carlos declarou:
- Sabe Beto, descobri uns lances estranhos e acabei com tudo, quase deu
morte. Tô na fase da divisão dos bens. Tá foda.
- Pô, cara, é foda mesmo.
- Tô meio puto, mas agora vou organizar minha vida de forma diferente.
- Mas, Carlos, sabe de uma coisa? Foi bem melhor mesmo. Tua mulher tava dando
pra todo mundo e os caras que comeram disseram que ela é mais puta que a
imperatriz Teodósia de Bizâncio, aquela que gostava de ser comida por três
escravos núbios ao mesmo tempo.
- Caralho, Beto! Eu me separei foi do meu sócio, porra!!!
- ....................................! (silêncio)





10 comentários:

  1. Mil gargalhadas,alguns povos indígenas os homems tem muitas mulheres, conheço uma nação indígenas que as mulheres tem vários maridos do mesmo tronco linguístico dos Caingangues.E se ela não gostar pode ficar trocando.
    BEIJÃO

    ResponderExcluir
  2. Lembrei de uma vó que dizia que a palavra é de prata e o silêncio é de ouro.

    ResponderExcluir
  3. TonhO
    E como caímos... Já levei altos tombos!!!!

    ResponderExcluir
  4. Iracema!!!
    Que sabedoria tem os índios!!!
    Se bem que tem brancos que pensam da mesma forma né? (embora isso não seja bem visto no geral, eu concordo!!!!).

    OUTRO BEIJÃO

    ResponderExcluir
  5. Barbara: pensar antes (dar um tempinho), é de platina!

    ResponderExcluir

Atue! Movimente-se! Se expresse! Nem que seja só comentando aqui!