segunda-feira, 19 de julho de 2010

Imagens/ E /Letras, Uma Brincadeira Séria

   É-nos ensinado que quando vemos uma árvore, por exemplo, vemos o que nos ensinaram a ver como uma árvore (a palavra, não é o objeto): não estamos realmente  vendo uma arvore, mas sim, estabelendo relações instantâneas entre o objeto e nossos conceitos sobre o objeto. Dessa 'relação', constatamos que estamos vendo uma 'árvore'.
   Para vê-la, realmente, teríamos que aquietar a mente, e calar o pensamento que insiste em catalogar aquele objeto como 'árvore'.
   Brincando com isso, temos alguns artistas, alguns homens-que-fazem-arte como TonhOliveirA em seu pô ética, e Rubens G. Pesenti em seu POEMASTIGANDO.

   Suas imagens brincam com as palavras, formando (e criando) conceitos novos, advindos dos novos ( e poéticos) usos que dão a elas. Na verdade, alguns são novos, outros apenas reforçam o sentido que elas têm.

   Um grande prazer apresentá-los; o mesmo que tive ao conhecê-los.


         TonhOliveirA

                                    


                                                                
Rubens Pesenti

22 comentários:

  1. Interessante esse exercício lúdico, né?

    Gostei. ^^

    Beijo, beijo.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  2. Luna
    É mais que lúdico (êta palavrinha), as vezes, é uma porrada no estômo!

    ResponderExcluir
  3. TonhO
    Se gostou da brincadeira (sériamente!), então vc é um cara legal!

    :)

    ResponderExcluir
  4. que jóia rara.
    ja acompanho os dois e acho demais.

    boa, Sylvio!
    Boa Tonho!
    Boa Rubens!

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante mesmo,gostei da dica,assim que puder vou apreciá-los!

    Grande beijo Sylvio!

    ResponderExcluir
  6. Por isso estão aqui: para que vcs os conheçam.

    Grande beijo, Sophi!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom, boas ironias ...
    Ando meio afastada do blog, por isso não tenho respondido, mas agradeço pelos comentários elogiosos. Sinta-se abraçado.

    ResponderExcluir
  8. Cristiane
    Não são bem... ironias. Mas, tudo bem.

    Uma pena vc ter se afastado... Sua escrita, além de gostosa, é muito original.

    Devolvo-lhe o abraço, com carinho.

    ResponderExcluir
  9. Sylvio,
    Seu blog e seu estilo são impagáveis. Parabéns pelo sítio.

    ResponderExcluir
  10. Muito legal, ando meio cansada das palavras retas, gostei do desenho, do (im)possível!

    beijão

    ResponderExcluir
  11. Patricia
    Para pessoas como vc, que rolam postagens deste tipo.

    Besos!

    ResponderExcluir
  12. É mesmo incrível. Há uma beleza quase etérea na arte.
    Prazer!

    ResponderExcluir
  13. Valéria
    De fato há: mesmo sendo a mensagem 'brutal', incisiva, despida de artifícos que a tornem... 'poética'.

    O prazer é todo meu!

    ResponderExcluir
  14. Brincar com palavras, ideias e imagens. Muito criativo, gostei!

    ResponderExcluir
  15. Também acho Daniela: uma arte 'palpável'! Essa união de visão, com intelecto, e mais um algo a mais que junta as duas...: supimpa!

    :)

    Valeu a presença e as palavras.

    ResponderExcluir
  16. sylvio, aqui estou pra ver o resultado da brincadeira séria... e faço coro ao tonho, mas com uma amplitude maior, porque é um luxo poder estar no seu blog e ao lado do tonho, uma das 4 bestas do após calipso ( segundo ao Al-Chaer).

    é isso, meu irmão, pela fresta a luz que nos presta.

    grande abraço.

    obs.: moramos razoavelmente perto. um dia podemos marcar um encontro, você, a mê, eu e o laerth, que mora em holambra.

    pode dar liga. pode dar samba.

    ResponderExcluir
  17. Pô, tirar vc de lá..., não é pra qualquer um!

    Nada fiz de excepcional, é o mínimo que um cara inteligente pode fazer; e o justo, que um cara com uma certa dose de sensibilidade pode fazer...

    'Luxo' é bom!

    Verdade, o Tonho arrasa!
    (Faz um tempinho que não vou no Al-Chaer).

    'Pela fresta a luz que nos presta.'
    Falou bem!
    É uma boa idéia aproveitar essa fresta, e combinar um encontro...
    Vamos madurar isso.
    Conhecer Mercedes seria uma honra; quanto ao Laerth: amigo de meu amigo, é meu amigo.

    Valeu sua presença; sem palavras!

    ResponderExcluir

Atue! Movimente-se! Se expresse! Nem que seja só comentando aqui!