domingo, 8 de agosto de 2010

Libertação, Nunca é Tardia!

'Se o que faço -  o que fizer - não tiver algo de mim, advindo de meu esfôrço, de minha mão na massa..., então, não me será de muita valia.'

Com essa frase acima espero me conscientizar (me convencer), de que tenho que começar a praticar as massagens que estou aprendendo...
Ahhhh, se eu tivesse uma graciosa dama aqui pertinho pra poder treinar...!
Xô! pensamento!!!!
Isso é um trabalho, minino!!!!! Uma atividade séria!!!!!

 Não queria ter que passar por avaliações, é um saco; mas, são elas que estão me fazendo botar os pés no chão: por causa delas percebo o quão longe estou de ser um massoterapeuta, que sabe as manobras de cor e salteado, e que as faz da maneira apropriada.

Estudar é bom, mas é um saco.
Por outro lado: estudar é bom, e é necessário.
Indo pra Escola ontem de manhã senti que deveria ser um daqueles monjes carecas que lutam kung fu e que se esfalfam treinando sem perguntar, fazendo o que os mestres mandam.
Percebi que me falta aquela humildade oriental...

Tá difícil eu ser o 'outro homem' que gostaria de ser. 
Acho melhor continuar sendo 'este mesmo' que sou, e tentar dar uma garibadinha nele pra melhorar, é mais fácil e prático!
Esse negócio de ser 'outro', ou 'melhor', ou 'novo' homem, dá um trabalhão fela da mãe e não rende nada...; é como o cachorro que corre atrás do próprio rabo: burrice!

Hoje, domingo, vou pegar minha cunhada e dar uma treinadinha basica, que dizer: vou aplicar-lhe uma massagem nos trinques!

Pronto, encontrei o caminho da minha libertação; e sem nescessidade de dar uma graninha pro bispo Macedo!

Aleluia!!!!!!

22 comentários:

  1. Bom dia Sylvio!

    Finalmente vim conferir sua escrita.

    Engraçado seu caso com a massagem (se é que eu entendi certo): dá prazer em quem recebe, mas um dissabor a você por estudá-la.

    Eu também não gosto de passar por avaliações... Mas, tem outro jeito de aprender e ser aprovado? Até na vida é assim.

    Eu ri do seu pensamento quanto a uma dama graciosa. (rs)

    No mais, não sei bem em qual ponto você busca evolução... Mas, dando essa “garibada”, pelo menos o seminovo surgi.

    Obrigada por estar no BRAILLE DA ALMA.
    Sigo-te!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oi Juliana

    Prazer em recebê-la!

    Texto escrito assim, de supetão, nem sempre fica claro.
    O meu caso abordado aqui, foi sim de massagem.

    O 'ponto' em que busco evolução, também se refere à massagem, mas não só a ela, pois neste caso - o de uma atividade ligada a saúde em que estarei em contato direto com meu cliente - evolução no trabalho significa evolução pessoal.

    'Novo homem' é apenas uma forma de dizer, somos sempre os(as) mesmos(as) que sempre mudam.

    Seminovo foi bom! :)

    Não agradeça, é um prazer.

    ResponderExcluir
  3. Oi querido...

    Fiquei pensando e não me lembro, se em nossas conversas, você tivesse me dito alguma vez que era pai...

    Decidi arriscar...
    Parabéns pelo dia dos pais.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. "Estudar é bom, mas é um saco."
    Confuso, né ?
    Quando estudamos o que gostamos, é um prazer.
    Boa sorte no seu novo empreendimento.
    Estamos sempre tentando mudar. É assim mesmo.
    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Mulher na Volante,
    minha querida:
    yo soy papá..., hace algún tiempo.

    Na verdade, já sou, graças a impetuosidade de mi hija, um abuelito!

    Quando soube da noticia pensei: 'Ninguém merece!' (numas, pois tenho uma boa cabeça).
    Hoje tá tudo bem!

    Arriscou e acertou!
    Êta mulé porreta!

    Bjs minha querida!

    ResponderExcluir
  6. Brigadu, Celamar!
    Não tô mudando, apenas estou me 'aperfeiçoando'!

    Bjs!!

    ResponderExcluir
  7. Ninguém consegue ser outra pessoa! Eu já tentei um zilhão de vezes e não consegui... rs... Melhor é tentar melhorar o traste que sou... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  8. Dama, calma!

    Somos lindjus!!!!!!

    É por aí!
    Quanto mais a gente muda, mais ficamos parecido com a gente.

    Bjocas!

    ResponderExcluir
  9. 'Se o que faço - o que fizer - não tiver algo de mim, advindo de meu esfôrço, de minha mão na massa..., então, não me será de muita valia.'

    Adorei a reflexão...
    Este é o sentir na pele e as vezes isso dói,muitas vezes reclamamos mesmo do que gostamos e do que nos dá prazer,isso é natural no ser humano,hora marcada,compromisso sempre traz um ar de obrigação,mas o resultado satisfatório compensa sempre!
    Obrigada pelo comentário no meu post apesar de achar meio dúbio sei lá,só gostaria de explicar que postei um desabafo por algo ocorrido na vida real,contatos e convívios com falsos humildes e falsos religiosos.

    Grande abraço

    Sophi

    ResponderExcluir
  10. não sei não mas eu gosto muito de quem você é.

    em primeiro lugar e com toda a atenção voltada para o que vou dizer: você é verdadeiro!

    acho que nada paga tal qualidade...


    um beijo!

    ResponderExcluir
  11. Às vezes necessito conversar com pessoas assim, como você.
    Com conteúdo, antenado, inteligente. Senti saudade!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  12. Sophi

    Para quem reflete durante o dia sobre algumas coisas - principalmente sobre o que faço, para onde vou, etc - chegar a conceitos, formulações, 'reflexões'..., não é difícil.

    Acho que temos que ter a humildade para considerar que podemos (e devemos), ser avaliados.
    Este 'não gostar' pode ser reflexo de um idiota e, talvez, prepotente orgulho.
    Caso nos empenhemos, o resultado será satisfatório, sem duvida!!!

    Seu post foi coerente e verdadeiro. Minha resposta também, apenas careceu de objetividade (um falta que cometo com certa frequência; embora, hoje, menos).

    Grande abraço também!


    Obrigada pelo comentário no meu post apesar de achar meio dúbio sei lá,só gostaria de explicar que postei um desabafo por algo ocorrido na vida real,contatos e convívios com falsos humildes e falsos religiosos.

    ResponderExcluir
  13. Francisco

    Adicionei-me ao seu blog. Pessoas importantes lá!
    Não tive tempo, ainda, de apreciá-lo.

    Uma honra recebê-lo aqui.

    Ave.a.lição libre.tua.são... tardo mas não cardo...
    Salve, a lição!
    Livre, a pontuação!
    (Ou, livre...)
    Vc me parece bem mais interessante que um cardo!

    Abrçs.

    ResponderExcluir


  14. Não sei não mas eu gosto muito de quem você é.

    Ser dito que sou gostado por ser quem sou por uma tão importante pessoa, me deixa apaziguado, certo de que algo tenho a oferecer...!
    Uma cálida sensação, sem duvida.

    Tento estar perto de minha verdade, ficar o mais próximo dela - ela me proteje, e me honra; não me deixa ser mais do que sou; e amplia as possibilidades do que posso vir a ser.

    Ter notado isso nos faz bem: a mim, e à você.

    O valor de uma qualidade é intrínseco né?, só tem valor quando 'usada'.

    Um abraaço!

    ResponderExcluir
  15. Ó Felipense!

    Tu por aqui??

    Ahhh..!!! Saudades é ótimo!! Indica um coração saudável!

    Prosear é bom, e eu gostchu!

    Brigado pelo 'conteúdo inteligente e antenado'! :)

    Abração!

    ResponderExcluir
  16. Obrigada Sylvio!
    Também cometo o mesmo pecado que você,acabo me expressando precariamente e não sendo objetiva como em um comentário que fiz em um post seu sobre a liberdade,também paro para tais reflexões e isto me valerá um post,quero muito explicar o porque de tal pensamento,acho a palavra liberdade bem complexa,abrangente.Vou tentar passar tais pensamentos para o papel(virtual) e claro explicando a margem de toda essa narrativa.Acabei resumindo a liberdade em que pensava apenas no caso do pássaro e na verdade era bem mais complexa na minha cacholeta.Espero você para conversarmos e debatermos sobre, que tal?

    Beijo grande Sophi

    ResponderExcluir
  17. Tinha que tirar sarro de alguém, ainda bem que foi do bispo, tbm não vou fã dele.
    Ah, estudar, estudar, é tão bom e tão chato. Mas, por um bem maior vale o sacrificio. Bom mesmo é ler, ler tudo, ler poesia, ler romance, ler gibis, ler horoscopo..

    E a massagem, posso me candidatar, adoro. Gosto tbm de fazer, apesar de saber pouco, quase nada. Mas sempre arranjo quem queira massagens minhas. Coitados!

    ResponderExcluir
  18. Dica

    'Tirar sarro': um péssimo costume... :(

    Também gosto de estudar, e, se não tiver nada pra ler (no banheiro), leio bula de remédio.

    Então, tá falado; pra massagem vc já está candidatada!

    Bjs!

    ResponderExcluir

Atue! Movimente-se! Se expresse! Nem que seja só comentando aqui!