sábado, 28 de dezembro de 2013

SÃO PAULO

Fui um caminhante da cidade, conheço o Centro como a palma de minha mão; minha mãe trabalhava no Fórum; meu pai na Martins Fontes, era auditor do INSS. Cheguei a almoçar no Ferramenta, considerada uma das melhores feijoadas da city; isso foi nos anos 60.
Fui um frequentador assíduo da Biblioteca..., durante um bom tempo passei meus finais de semana lá dentro. Conhecia e pesquisava livros em sebos.
Sempre tive a impressão nítida da solidão dos moradores do Centro, hoje sei que esta solidão refletia a minha.
Morei na Praça Roosevelt nos anos 70, no apartamento de uma pintora: a Lilia Costa (faleceu); lá conheci o Flavio Império, arquiteto, cenógrafo famoso e pintor, que me achou lindinho e fez um tríptico usando-me como modelo. Bem, eu era bonito mesmo.
Andando pela noite em busca de 'aventura' (mais para fazer alguma coisa), na verdade meio perdidão (minha juventude passei assim), entrei uma vez num teatro em que o Made in Brasil (faz tempo, isso!) tava tocando, fiquei 5 minutos e saí, achei a barra pesada demais pra mim.
Bem no comecinho da Augusta, também nesta época, entrei num apartamento levado por conhecidos; quem morava lá? os Novos Baianos.
Na verdade, na época tudo era meio interessante. Eu tinha tudo para ter virado uma 'alma penada' neste centro, grande e movimentado. Cheguei a dormir em cima da bancada de uma marcenaria de um conhecido, na Frei Caneca. Nesta época eu trabalhava como past-up na Folha. O Flavio morava na  Mq. de Paranaguá com a Frei Caneca, se não me engano.

Pois é..., comungo com vcs esta aventura que é conhecer São Paulo, ter vivido nessa cidade. Mas qualquer resquício de paixão..., se evaporou com os anos.
Morei na Cincinato Braga, no Campo Belo, no Ibirapuera, Veleiros, Jd. São Francisco (na região do Jd. Ângela), 3 meses em SBC...

A velocidade da cidade para mim já não cativa nem impressiona. Suas belezas para mim são relativas.
Sei lá, sabe; acho que é a idade...

Abraços!

7 comentários:

  1. Também acho, a idade é um caso muito sério!!!! Bjs. Marli

    ResponderExcluir
  2. Adorei esse post, Sylvio!

    Bem ritmado, envolvente e interessante.

    Deu pra ver um pouquinho da sua saudade (mal) disfarçada.

    : )

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  3. Fazer o quê, né Marli!
    Outros interesses e gostos aparecem.
    :)

    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Sylvio...

    Você tá viajando de férias... né???

    E que férias!

    Kd vc? Vai postar mais nada de novo pra gente não?

    ResponderExcluir
  5. Sylvão...

    Como foi o Carnaval por aí?

    Muita folia?

    : )

    Tudo bem?

    ResponderExcluir
  6. Oi Novinha!!
    Que prazer recebê-la em casa!!
    Fiquei em casa. Na verdade me dividi entre minha casa e a a da minha cunhada: baixava filmes lá e assistia aqui... Coisa de véio. Rêrêrê!

    Gosto de filmes e escolhi uns a dedo que queria ver.
    Gostaria imensamente de ter viajado, mas não deu. Ando pensando em morar em Floripa..., passar uns tempos lá; é um linda região, com praias muito bonitas.
    E você, descansou? Foi na praia? (Rsrsrs!!!)

    Nova, dei uma revisada no texto, me diga se ficou mais legal.

    Não suma, querida.
    Bjo!

    ResponderExcluir
  7. Novinha do céu!! Agora que vi que vc tinha deixado mais dois dois comentários além daquele que me perguntou sobre o carnaval! Que viagem!!
    O problema é que o autolook não me mandou mensagem me avisando... Ô vida viu.

    Que bom que gostou do post, como disse dei uma garibadinha nele para deixá-lo mais redondo. Tenho o costume de sentar e mandar ver; escrevo sem parar, dou uma revisada rápida e já ponho na mesa para servir. Assim não dá...

    Perdoe-me a demora para responder, tá bem?
    Muito contente com sua presença.
    Carinhoso abraço e um beijinho na ponta de seu nariz.

    Nos vemos, querida!

    ResponderExcluir

Atue! Movimente-se! Se expresse! Nem que seja só comentando aqui!