quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Filhos

       Não me lembro em qual blog, uma mãe se perguntava e falava ao msmo tempo o que achava da educação que é dada aos nossos filhos.
       De um livro tirei as palavras que espelham minha opnião.
       Ao mais Sábio, a Palavra:

(...) A maior parte da raça humana decidiu que o significado, o objetivo e a função da educação é fornecer conhecimento - em geral o conhecimento acumulado da família, do clã, da tribo, da sociedade, da nação e do mundo da pessoa.
      Contudo, a educação tem muito pouco a ver com o conhecimento.
      Tem a ver com Sabedoria.
      Sabedoria é conhecimento aplicado.
      Não ignore o conhecimento em favor da sabedoria, isso seria fatal. Por outro lado, não ignore a sabedoria em favor do conhecimento. Isso também seria fatal. (...)

      Quando transmitimos conhecimento estamos lhes dizendo o que pensar, o que devem saber, o que queremos que compreendam que é verdadeiro.
      Quando transmitimos sabedoria não lhes dizemos o que saber, ou o que é verdadeiro, mas como chegar às suas próprias verdades.
      Deixar a criança descobrir por si mesma. Saibamos que o conhecimento é perdido. A sabedoria nunca é esquecida.


      Se a maioria pensasse dessa forma teríamos um mundo melhor.
      Sejamos sábios, apliquemos este conhecimento.

18 comentários:

  1. Olá...

    Vim agradecer suas visitas e seguimento (este termo existe..r.s????) em meus blogs...

    Você me parece bem atencioso.. gostei das suas palavras.. e por isto.. tô na área daqui também!!

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Concordo contigo e digo que conhecimento tem a ver com acúmulo de informações. Sabedoria tem a ver com inteligência processando informações...

    Beijocas e um bom Natal pra ti!

    ResponderExcluir
  3. Sapiência seria agir com base também, em tudo isso...

    Pra você também, tudo de bom! Hoje e sempre!

    ResponderExcluir
  4. hum... sabedoria... como é difícil exercê-la!

    hum... considero que na prática crianças precisam de bases para formarem os limites, pois se elas, como crianças, pensassem por si mesmas, de acordo com as suas próprias conclusões... acredito que seriam pessoas sem limites...

    Eu acredito na liberdade... mas na fase adulta mesmo.

    só uma opinião.

    ResponderExcluir
  5. Obrigado por acompanhar me e minha jornada Silvio.
    Desejo a você e a toda sua familia um Ano Novo cheio de magia e Luz!
    Abraços
    yasmin

    ResponderExcluir
  6. Quridão, este ano me touxe coisas bem legais, e vc foi uma delas. Sua sempre franca opinião, sua humlide cabeça, que dá espaço pro nosso ser, sua disponibilidade em estar presente e firme as nosso lado. Obrigado bhróda.

    ResponderExcluir
  7. Taw.
    Eu diria que essas bases são... conceitos.
    'Pensar por si' não significa que não secessitem de direcionamentos.
    Dar liberdade a uma criança é olhar para ela, percebê-la, e nessa interação ajudá-la a pensar, a ser.
    Taw, opnião é bom, ter uma é ainda melhor.
    Abrção.

    ResponderExcluir
  8. Wall, também gostei de vc. Fico contente por tê-la conhecido, acredite! Tava vendo: vc tá com 700e alguma coisa de seguidores!!!! Menina, daqui a pouco vc abre um site!
    Please, vê se não some!
    Abração bem apertado!

    ResponderExcluir
  9. muito interessante o teu blog, sylvio!


    li algumas coisas e vou te seguindo!

    "como chegar às suas próprias verdades."


    andar com as próprias pernas, fundamental para qualquer futuro adulto bem resolvido.

    excelente postagem!

    aproveito para agradecer suas palavras e sua presença,

    e desejar um grande ano para você em 2010!

    grande abraço.

    ResponderExcluir
  10. O caminho da sabedoria é mais árduo que o da educação. E se dizem por ai o contrário é mentira.





    Quanto ao autor da fotografia..
    É o Sebastião Salgado. Um dos meus fotógrafos prediletos. Vale a pena procurar por mais trabalhos dele.
    Nunca recordo de colocar a fonte de imagens, faço isso só quando é texto.

    beijos!

    ResponderExcluir
  11. Sobre seu comentário:
    Eu já experimento.
    E sei de cada dor e delícia de um relacionamento com um homem mais velho. Acho que por isso eu esteja tão envolvida e fascinada por este assunto.
    Já não vejo graça nos carinhas de vinte. Talvez isso passe, sendo eu tão inconstante.

    Só li o Buk recentemente. E acho que certas leituras chegam na hora exata. A gente precisa mesmo ter certa "bagagem" pra poder sentir e entender melhor outras leituras.
    Escolhi aquela foto prq ficou atraente nela. ;)

    ResponderExcluir
  12. Dica

    Grande Sebastião!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Todos relacionamentos têm suas delícias e dores (se bem que almejo por nenhuma delas, quero profundidade de sentimento).
    Eu, gosto de pessoas mais novas. Mas é só um gostar, não me direciono neste sentido.
    O Buck é (era né?), um sátiro do caraio! :)
    Desbocado, bebe todas e tem cara de porcão! Rs
    De fato, 'bagagem' é bom! Mas experimentar não tem comparação!
    A foto tá demais!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Salve !
    Em busca de leitores e de petrocínio para o meu blog, estou aqui para convidá-lo a conhecer "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER...", em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Professora e pesquisadora da cultura brasileira, acredito num mundo melhor com menos violência através do exercício da leitura e da reflexão.
    O afeto e a educação continuam sendo o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o seu próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
    Além disso, divulgar esse imenso país com suas belezas naturais e multiplicidades culturais têm sido outra de minhas metas, afinal ninguém pode amar aquilo que não conhece, não é verdade. Eu me apaixonei pelo Brasil aos 12 anos, depois de ler "O Auto da Compadecida", de Ariano Suassuna para fazer uma peça de teatro na escola onde estudava - Chicó foi o meu primeiro amor. Penso que falta ao povo brasileiro conhecer mais o seu país. Ultoimamente temos visto tantos escândalos na TV, dinheiro em mala, en cueca, em bolsa, escondidos até em meia...tanta gente passando necessidade e essa raça de políticos desviando milhões dos cofres públicos, deixando o povo a mercê da própria sorte. Uma total falta de respeito para com o seu país. Falta a essa gente o sentimento de pertencimento, afinal o Brasil ainda é o melhor lugar para se morar.
    Bem, se você achar a minha proposta coerente, VAMOS TODOS JUNTOS NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR.
    Atualmente moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, ruídos aqui só o canto dos pássaros, o Curupira,do Caruara, a Pisadeira ... vez por outra o Saci aparece aprontando das suas. Devido a localidade ser muito alta, o sinal que chega do meu 3G é muito precário, nem sempre posso estar online. Alé, disso tenho outro probleminha: os relâmpagos. Espero que compreenda as diversas limitações de quem escolheu viver no meio do mato e, na medida do possível, vou respondendo os e-mails que chegam e atualizando o meu blog FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Se você ainda não o conhece, dê uma chegadinha por lá, é só clicar no link em azul. Deixe para mim o seu comentário.
    Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010 que se inicia.
    Saudações Florestais !
    Silvana Nunes.'.

    ResponderExcluir
  14. Betina.
    Muito me honra sua presença aqui.
    Peço perdão por não ter respondido antes à sua postagem.
    Seu blog, suas poesias, me deixaram atarantado!
    Vc é incrível.
    Seja bem vinda.

    ResponderExcluir
  15. "Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
    Vive uma louca chamada Esperança
    E ela pensa que quando todas as sirenas
    Todas as buzinas
    Todos os reco-recos tocarem
    Atira-se
    E
    — ó delicioso vôo!
    Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
    Outra vez criança...
    E em torno dela indagará o povo:
    — Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
    E ela lhes dirá
    (É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
    Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
    — O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA..."
    ( Mário Quintana)
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... está aqui para desejar para você um ano de 2010 de muita LUZ. Que nele você consiga realizar alguns de seus mais importantes propósitos.
    E que DEUS ÑANDE RU continue nos anemçoando COM A SUA ETERNA GRAÇA pelo resto de nossas vidas. Agradeço sua presença em meu blog durante o ano de 2009 com seus comentários sempre muito carinhosos e relevantes.
    QUE SEJAMOS FELIZES.
    FELIZ ANO NOVO !
    Saudações Florestais !
    http://www.silnunesprof.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Obrigado Silvana.
    Receberás em dobro o que nos deseja.
    Saudações Florestais... Não poderia querer nada melhor!

    ResponderExcluir

Atue! Movimente-se! Se expresse! Nem que seja só comentando aqui!