segunda-feira, 14 de junho de 2010

Conclusão:

Sou como qualquer homem, mas não um homem qualquer.

18 comentários:

  1. Fico feliz que reuna tais características e mesmo assim tenha sua singularidade.

    Moço, nao moro na Argentina, moro na Espanha...mais é bem legal essa coisa de diferença cultural, uns choques por um lado, um ataque de risos por outro e assim caminha a humanidade... des-cobrindo tudo que pode!

    beijos

    D. Patifa

    ResponderExcluir
  2. sylvio,


    não é mesmo.

    PS: tirei a manhã para atualizar minha visita aqui. :)

    ResponderExcluir
  3. Respondendo ao seu comentário e a este post simultaneamente, digo que a bebedeira era minha e que eu não tenho certeza se não sou uma mulher qualquer (é frescura).

    ResponderExcluir
  4. Ahhh... Blues....
    Parei com as minhas a um certo tempo, aproveito melhor meu tempo (agora), em vez de machucar meus braços e pernas.

    Bem, pra tudo tem um tempo...

    As vezes, ainda tenho a sensação de que sou um homem qualquer...
    :)

    ResponderExcluir
  5. Espanha....!

    Sem duvida!!!!! Vivenciar outra cultura é tão importante!!!!!!!!!!

    Bjs D. Patifa!

    ResponderExcluir
  6. Oi :)
    Vi o seu comentário no meu Bípede. Obrigada pelas palavras. Não entendi apenas o porque de você ter dito que um post por página complica um pouco as coisas. Quando você entra no meu blog aparece apenas um post por página?
    É para aparecerem muiiitos.
    Depois, passo aqui para ver a resposta, tá?
    O seu blog é bastante interessante, homem como qualquer homem, mas não um homem qualquer.
    Abraço.
    Bípede

    ResponderExcluir
  7. Concordo. És o Sylvio, não és?

    Fantástico!

    ResponderExcluir
  8. Gostei da sua conclusão. Concordo. risos.
    E estamos combinados.
    Grande beijo e boa semana !

    ResponderExcluir
  9. E isso faz toda a diferença! ;)

    Beijinho.

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  10. Bi, só aparece um; pelo menos pra mim!

    Abrção querida!

    ResponderExcluir
  11. Sou sim Lobo, mudo um pouco dia a dia..., mas continuo sempre o mesmo!
    :)

    Também é fantástico vc ter vindo.

    ResponderExcluir
  12. Então tá combinado Celamar..., ficamos assim!
    :)

    Bjs e boa semana pra vc tumém!

    ResponderExcluir
  13. Luna
    Faz uma certa diferença..., sem duvida!
    Anda-se em um terreno mais confiável...
    :)

    Bjinhos pra ti!

    ResponderExcluir
  14. Bípede

    Dentro de mim encontro , e vejo, e vivencio, visões, pensamentos, insights, descobertas, cores, sentimentos, espiritualidade, que tornam a tecitura da vida uma coisa mais..., colorida, rica, saborosa (nas alegrias e tristezas).

    Pois bem, o que acontece comigo, acontece com vc, com ele, com ela...; e como acontece com vc, é simples vc perceber o quanto vc é única!
    Por transposição, através de sua intuição, conhecimento, sabedoria adquirida (ou inata), dá para perceber que somos iguais; conclusão: se eu sou especial, as pessoas que comigo dividem este planeta, também são.
    A diferença está em: ter-se consciência disso e continuar a caminhada de um modo mais 'alegre' e proveitoso, ou, não ter consciendia de nada (nem de si), e fazer esa caminhada do jeito que der: aproveitando-se de tudo e de todos, deixando-se afundar numa vida raivosa, mesquinha, e caolha; que é exatamente o que não fazemos.

    Simplificando; assumo, por conhecimento de causa, que não sou 'um qualquer', que desaparece no meio de quatro pessoas; sou sim, como qualquer um: que, no meio dessas quatro pessoas, aparece como um que 'faz parte' do grupo.

    Falei demais?

    Abrçs Bi.
    Sua colocação abriu-me uma janela. Foi bem vinda.

    ResponderExcluir
  15. o problema é esse mesmo, a troca de lugares na frase.
    já pensou se trocam e colocam você qualquer homem?

    valeu pelas correções, elas passaram despercebidas.

    abraço

    ResponderExcluir
  16. Se trocarem..., trocaram. Nada a fazer... Continuarei no lugar que me é de direito.

    Corrijo somente os(as) amigos(as), evito fazer isso com quem não conheço bem.
    Minha leitura não é lenta, mas é atenta.
    Esses concertinhos básicos são normais num texto.

    Abrçs!

    ResponderExcluir

Atue! Movimente-se! Se expresse! Nem que seja só comentando aqui!